Página inicial
 
Mural de recados
16.08 | CLEO
O TERRENO ONDE DEVEM CONSTRUIR O CT DO CENTRAL? TÁ JOGADO PRAS COBRAS, COMO SE D ...
15.08 | MARCOS LEITE
RESTA AOS SÓCIOS PROPRIETÁRIOS DO COMÉRCIO, SE UNIR, RESTAURAR E REFORMAR O CLU ...
15.08 | VICTOR HUGO
É VERDADE GUSTAVO, O CENTRALZÃO TEM Q CONSTRUIR SEU CT NINHO DA PATATIVA NO SEU ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
21/05/2017
21h17 | esportes - CENTRAL
CENTRAL - Uma batalha foi perdida, mas a guerra continua. Agora é reforçar e buscar as vitórias contra Coruripe e Juazeirense em casa

Por Warley Santos

Com o time ainda em formação para uma competição de tiro curto (primeira fase), o Central de Caruaru precisa melhorar e muito se quiser passar de fase na Série D 2017.

Após estrear com derrota para o Sousa por 2x0, o técnico Álvaro Gaia ficou sem voz e está na busca por reforços para tentar deixar o seu time mais forte para as cinco partidas que restam nesta fase.

Segundo informações, cinco jogadores estão sendo contratados para reforçar a Patativa.

A verdade é que o time atual foi montado em 15 dias, foram poucos treinos com bola, poucos coletivos e um time que ainda não se conhece.

Os atletas estão chegando e já vão para o jogo. O time desentrosado no Sertão pode virar um time entrosado nas duas partidas consecutivas em casa: Coruripe e Juazeirense.

O torcedor Centralino precisa ter calma, pois foi a estreia com um time ainda em formação, apesar de o Campeonato ser de tiro curto, mas uma simples vitória no próximo domingo contra o Coruripe, as chances de classificação voltam ao Lacerdão.

Foi perdida uma batalha e não a guerra, acredito no trabalho do técnico Álvaro Gaia, que não tem culpa da derrota, foi um resultado normal, jogando há 400 Km de casa e com um time ainda em formação. Gaia fez o que pode para colocar esse time em campo e agora é trabalhar para as vitórias se tornarem realidade.

O Sousa está mais entrosado, 70% do elenco é remanescente do Paraibano, o técnico é o mesmo, além de conhecer o seu estádio.

Agora é trabalhar durante a semana, se reforçar ao máximo com jogadores que cheguem prontos para jogar e tentar a primeira vitória.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker