Página inicial
 
Mural de recados
24.11 | Kaio
Tbm tem q trazer o Naldinho e Caça Rato e trazer um zagueiro experiente ...
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
23/10/2017
10h38 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO --- A difícil missão dos alvirrubros de ainda acreditar no milagre da permanência na Série B
Com a permanência do Náutico na Série B beirando um milagre, já que o time precisa vencer seis das sete partidas que ainda tem a fazer na competição (um aproveitamento de 85,7%), o primeiro aspecto a ser trabalhado pelo técnico Roberto Fernandes visando o jogo desta terça-feira, contra o Juventude, é o de manter a motivação do elenco. Os próprios jogadores admitiram que a derrota por 2 a 1 para o lanterna ABC, na última sexta, em Caruaru, abalou o grupo. Confiança que só será recuperada em caso de vitória em Caxias do Sul.

Para o meia Giovanni, o Náutico não pode entrar em campo ainda carregando o peso da derrota em casa para o ABC. "Foi uma derrota difícil de absorver. Um resultado muito difícil, mas temos que pular essa etapa. Até porque temos mais um jogo importantíssimo pela frente e a chance de recuperar esses três pontos que perdemos em casa", destacou.

Outra a admitir que o elenco ficou abalado com a derrota inesperada para o lanterna da competiçao foi o meia Diego Miranda. Da mesma forma, o jogador, que errou no lance que originou o segundo gol do ABC, também frisou que nesse momento é preciso ter tranquilidade. Sob o risco de amargar mais um resultado negativo na competição.

"O grupo está um pouco abalado. Ninguém gosta de perder, ainda mais em casa. Mas temos que ter tranquilidade e manter o foco. Se perdemos em casa temos que buscar esses pontos fora de casa. Com a cabeça erguida temos mais condições de reverter essa situação", finalizou.
A esperança

Um dos poucos pontos de esperança que restam aos alvirrubros de ainda manter o clube na Série B foi a melhora demonstrada no segundo turno da competição. Incapaz, no entanto, de tirar a equipe das duas últimas colocações. 

"É lógico que a gente sente. Somos humanos. Mas temos que nos apegar ao nosso desempenho no segundo turno, já que no primeiro deixamos a desejar. A gente demorou para acordar no campeonato, e quando acordamos sabíamos das dificuldadesque iríamos enfrentar. Mas temos que nos apegar as coisas boas", pontuou o volante Amaral.
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker