Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | MARCONDES
SERÁ Q O CENTRAL FOSSE PEDIR PRA PREFEITA DAR UMA GERAL NO CT, ELA PELO MENOS MA ...
21.09 | VICTOR HUGO
A PREFEITA É D CARUARU, MAS NÃO FAZ NADA PELOS 2 CLUBES CENTRAL E PORTO, ELA DEV ...
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/09/2017
15h37 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO - Clube mantém otimismo na luta contra rebaixamento
Se ‘secar’ os adversários não ajuda, ao menos não atrapalha. A 23ª rodada da Série B foi praticamente perfeita para o Náutico. Além de vencer em casa, tudo conspirou a favor do Timbu. As derrotas de Goiás, Luverdense e Paysandu - primeiros times fora da zona da degola - e os empates de Figueirense, Santa Cruz e ABC, ajudaram o Alvirrubro a reduzir a distância que já foi de doze pontos para apenas cinco. O melhor momento do Náutico desde a chegada de Roberto Fernandes.

Como não jogaram no final de semana, os atletas puderam assistir aos jogos dos adversários, instruídos pelo técnico Roberto Fernandes. O meia Giovanni reconheceu a torcida contrária e já vislumbra a saída do Z4. “Secamos os adversários, como eles fazem com a gente também, e a tabela está nos ajudando. O lado bom é que só depende da gente. Se fizermos o nosso trabalho em casa e vencer fora, sem dúvidas, sairemos dessa situação que incomoda tanto, não só a nós jogadores, como a todos que trabalham no clube.”

A confiança foi recuperada e os jogadores sentem a importância de aproveitar o embalo. Giovanni reconhece a fase atual como a melhor no individual e no coletivo. “Desde que cheguei aqui, é o meu melhor momento no clube. Não só meu, mas como do outro jogadores, pela situação que a gente vem vivendo na tabela, de estar bem mais próximo de conseguir o nosso objetivo.”

Apesar da motivação, o atleta faz um alerta para que o time não deixe que o clima de motivação se transforme em soberba. “Sabemos também que não conquistamos nada ainda. Não adianta ganhar esses jogos e não conseguir sair dessa situação lá na frente. Estamos com os pés no chão, trabalhando todos os dias para chegar nos próximos jogos e vencer, para sair dessa zona muito incômoda.”
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker