Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | MARCONDES
SERÁ Q O CENTRAL FOSSE PEDIR PRA PREFEITA DAR UMA GERAL NO CT, ELA PELO MENOS MA ...
21.09 | VICTOR HUGO
A PREFEITA É D CARUARU, MAS NÃO FAZ NADA PELOS 2 CLUBES CENTRAL E PORTO, ELA DEV ...
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/08/2017
09h51 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO - Com venda de Erick perto de concretização, clube já busca substitutos
Com a iminente transferência do atacante Erick para o Braga-POR, a diretoria do Náutico já inicia a busca por um substituto. Que pode vir graças a parte do valor da negociação que caberá ao Timbu (dono de 70% dos direitos do jogador), especulado em pouco mais de R$ 3 milhões. Segundo o vice-presidente de futebol, Emerson Barbosa, além de ajudar a honrar com os compromissos do elenco até o final da Série B, a ideia é que o dinheiro da venda do prata da casa, de 19 anos, ajude na contratação de reforços importantes para o restante da competição.

Por conta do limite de inscrições para a Série B, o Náutico só poderá trazer mais três novos jogadores. "Com certeza, com o Erick saindo, vamos ter que repor à altura. E uma parte do valor da venda vai ser usado para isso. Não sei se para buscar um, dois ou três jogadores", destacou Barbosa.

O técnico Roberto Fernandes já externou a intenção de usar as três contratações. Porém, se a vinda de mais um atacante é algo definido, a aquisição de mais um goleiro ainda não está acertada. Isso porque ao que parece, treinador e diretoria ainda não chegaram a um denominador comum sobre o assunto.

Goleiro
Após a saída de Tiago Cardoso do clube, o prata da casa Jefferson assumiu a titularidade do gol alvirrubro. Porém, tem no banco de reservas outros dois goleiros também formados na base, mas que nunca atuaram como profissionais: Sérgio, 20 anos, e Bruno, 23. 

"Quando não se tem tantos recursos é preciso se arriscar um pouco mais. Goleiro é uma posição que não se machuca tanto. Além disso, o Jefferson vem muito bem e o Sérgio foi muito elogiado na Copa São Paulo e nos confrontos contra o Corinthians na Copa do Brasil Sub-20", argumentou.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker