Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | MARCONDES
SERÁ Q O CENTRAL FOSSE PEDIR PRA PREFEITA DAR UMA GERAL NO CT, ELA PELO MENOS MA ...
21.09 | VICTOR HUGO
A PREFEITA É D CARUARU, MAS NÃO FAZ NADA PELOS 2 CLUBES CENTRAL E PORTO, ELA DEV ...
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
31/07/2017
15h15 | esportes - Náutico
NÁUTICO - Clube trabalha com nomes de Roberto Fernandes, Márcio Goiano e Léo Condé
A diretoria do Náutico sabe que não se pode dar ao luxo de perder tempo. Correndo contra o relógio depois da demissão do técnico Beto Campos, a cúpula que comanda o futebol alvirrubro já trabalha com alguns nomes que surgem como principais postulantes ao cargo de treinador do Timbu. Dentre os favoritos, estão Roberto Fernandes, Márcio Goiano e Léo Condé. Outro nome que corre por fora é o de Marcelo Martelotte.

Favorito da lista, Roberto Fernandes, que já possui três passagens pelo clube, chegou a ter uma breve conversa com membros da diretoria alvirrubra. Recentemente anunciado como novo técnico do Confiança, que disputa a Série C, o treinador teria no contrato uma cláusula que o liberaria da equipe sergipana em caso de convites oriundos de clubes das Séries A ou B. Como colocará a equipe em campo na noite desta segunda-feira, contra o Moto Club, o técnico só teria topado dar continuidade às conversas após a partida. Tanto que até chegou a desligar o celular durante todo o dia.


Léo Condé e Márcio Goiano têm a favor o fato de estarem sem clube. O primeiro deixou o CRB no começo do ano, enquanto o segundo, o Figueirense. Ambos devem ser ouvidos ainda nesta segunda-feira pela diretoria. Por fora, um quarto nome que surge é o do técnico Marcelo Martelotte, que está sem clube desde que deixou o Paraná, no ano passado. Esse último, apesar de ser uma opção que está sendo tratada como “secundária”, agrada aos diretores e pode pintar como surpresa - até pela facilidade que o acerto teria.

Negativas

A intenção dos dirigentes do Náutico é que o treinador já esteja à beira do gramado no jogo desta terça-feira, contra o Vila Nova, em Goiânia. Afundado na lanterna da Série B com apenas oito pontos em 17 jogos e com poucas chances de permanência na Segundona, o Náutico acabou recebendo duas negativas para iniciar negociações. Os técnicos Marcelo Cabo, demitido recentemente do Figueirense, e o Fernando Diniz, vice-campeão paulista em 2016 pelo Audax, agradeceram o contato, mas não quiseram evoluir as conversas


Do super Esportes
 
 
 
eXTReMe Tracker