Página inicial
 
Mural de recados
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
22.11 | paulo
ESSE BABACA DA PATATIVA DEVE SER TORCEDOR DO SPORTE RECIFE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/07/2017
20h30 | esportes - Série B
SÉRIE B - Náutico 1x1 Juventude - Gilmar abriu o placar para o Timbu, que sofreu o empate no segundo tempo
Grão a grão. Passo a passo. Lentamente, o Náutico vai voltando a ser uma equipe competitiva. Embora apresentando uma boa evolução em relação à rodada anterior e contando com o melhor público do time na Série B, o Timbu não conseguiu jogar o suficiente para vencer o líder Juventude na noite desta terça-feira, na Arena de Pernambuco. O empate em 1 a 1, porém, acena com um horizonte de esperança para os alvirrubros, que pela primeira vez no Brasileiro, vale salientar, conseguiu somar pontos em duas rodadas consecutivas. Ao fim do jogo, os quase seis mil alvirrubros, satisfeitos com o empenho do time, gritaram o tradicional “eu acredito!”.

O gol alvirrubro foi marcado por Gilmar, no primeiro tempo. Wallacer empatou para a equipe gaúcha na etapa final. Somando agora seis pontos e ainda em situação complicada, imerso na lanterna da competição, o Náutico agora volta a campo no próximo sábado, quando faz o clássico contra o Santa Cruz, em casa. Já o Juventude recebe o Ceará, no mesmo dia, em Caxias do Sul.

O jogo
Frente ao líder da Série B, única equipe invicta como visitante da competição, o Náutico (por sua vez, única que ainda não venceu como mandante) adotou uma postura conservadora em casa. Primeiramente preocupado com a marcação, conseguiu ter êxito na missão. Durante etapa inicial, não sofreu nenhum risco de gol do adversário. Do meio para a frente, porém, sofreu até encaixar uma única jogada que lhe rendeu a vitória parcial. 

Até abrir o placar, o Timbu abusou dos chutões. Com a partida muito truncada no meio de campo, as duas equipes se revezaram nos insistentes erros de passe. Por vezes, o jogo ficou feio, amarrado. Na única chance real de gol, o Timbu foi mais feliz. Aos 37, cruzamento na medida do estreante Ávila para Gilmar, como um clássico centroavante, tocar para o gol, sem chances para o goleiro. 

Segundo tempo
Após o intervalo, a partida recomeçou no mesmo ritmo. Com as duas equipes com dificuldade na transição para o ataque, porém, com a equipe gaúcha se arriscando mais. Precisando sair mais para o jogo, o Juventude vinha imprimindo maior volume de jogo e acabou contando com a sorte para chegar ao gol. Aos 13, após cruzamento, a bola sobrou para Wallacer. Ele chutou, a bola desviou em Léo Carioca e morreu no fundo das redes.

Sentindo o empate como desfavorável, os alvirrubros acordaram no jogo. À essa altura sem Gilmar, que deixou o campo machucado, o time perdeu a referência no ataque e passou a atacar de maneira pouco efetiva. Tanto que as tentativas eram feitos na maioria com cruzamentos soltos e via chutão. Mais organizado, o Juventude ia assustando. Aos 31, Leílson bateu falta perigosa e Tiago Cardoso fez boa defesa. Na base do abafa, o Timbu lutou até o fim, mas não conseguiu o gol da vitória.

Ficha do jogo

Náutico 1
Tiago Cardoso; Sueliton, Phelipe Gabriel, Breno Calixto e Léo Carioca; Amaral, Darlan (Jobson) e Giovanni; Erick, Ávila (Iago) e Gilmar (Gerônimo). Técnico: Beto Campos.

Juventude 1
Mateus; Tinga, Micael, Ruan Renato e Bruno Colaço; Fahel, Diego Felipe (Lucas), Wallacer e Juninho (Caprini); Ramon (Leílson) e Tiago Marques. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.
 
Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Horário: 21h30. Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO). Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Edson Antonio de Sousa (GO). Gols: Gilmar (N) (37’ do 1ºT); Wallacer (13’ do 2ºT). Cartões amarelos: Público: 5.903. Renda: R$ 43.565,00;

Do Super Esportes
 
 
 
eXTReMe Tracker