Página inicial
 
Mural de recados
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
24.06 | Gustavo
Lembro de quando anunciaram essa parceria com Granada fiz uma pesquisa e vi que ...
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
25/03/2017
19h29 | esportes - PE 2017
PE 2017 - Náutico 1x1 Belo Jardim - Com um futebol sem inspiração, Timbu ainda saiu na frente no placar, mas não conseguiu segurar o resultado
Ainda sentindo a ressaca da eliminação da Copa do Nordeste no meio de semana, o Náutico entrou em campo com foco total na classificação matemática para as semifinais do Pernambucano. Por isso, o técnico Milton Cruz não hesitou e escalou o time titular para alcançar um bom resultado. Mas o que se viu em campo foi um futebol apático. Frente a 1.507 torcedores, o Alvirrubro penou e não conseguiu se sobressair contra o limitado Belo Jardim. O empate em 1 a 1 ainda não foi o suficiente para garantir o Timbu na fase de mata-mata e não poupou o time das vaias ao final da partida.

O jogo

O Náutico começou buscando as ações com lançamentos à distância. Logo aos nove minutos, Marco Antônio acionou Giva em direção ao ataque. Ele se antecipou ao goleiro e tentou encobri-lo de cabeça, mas a bola não ganhou a direção da meta. Dava a impressão que o time manteria um ritmo intenso. Ficou na impressão.

Com o Náutico relaxando em campo, errando passes e dando espaços, e depois de perder Nirley, machucado, o Belo Jardim - mesmo com uma clara deficiência em tocar a bola - se aproximou da meta timbu. Aos 40 minutos, depois de finalizações e lançamentos sem efeitos, Bruno Sacomani arriscou um chute cruzado e Tiago Cardoso bateu roupa. A bola ficou livre na área, mas Tony não aproveitou o rebote e acabou travado por Adalberto.

O Náutico ainda respondeu antes do fim da primeira etapa. Aos 45, Anselmo tabelou com Giva, recebeu na entrada da área, mas a finalização acertou as arquibancadas da Arena.

Segundo tempo

Para a etapa final, Milton Cruz resolveu trocar Giovanni, mal na partida, por Cal Rodrigues.  E surtiu efeito. Logo aos três minutos, o meia acionou Manoel, que entrou na área e bateu cruzado para as redes. O assistente Cleberson Nascimento Leite ainda sinalizou impedimento - que não houve -, mas o árbitro validou o gol.

Em vantagem no placar, o Náutico voltou a relaxar e desperdiçar chances de aumentar a vantagem. A falta de preparo físico dificultou o Belo Jardim de reagir na partida e o Timbu administrava o resultado até os 39. Após boa jogada de Raniel, Bruno Sacomani recebeu na entrada da área e bateu no canto de Tiago Cardoso, que ainda tocou na bola, mas sem força para impedir o empate.

Houve ainda esboço de reação, mas não passou disso. A classificação ficou para depois.

Ficha do jogo


Náutico 1


Tiago Cardoso; Sueliton, Nirley (Ewerton Páscoa), Adalberto e Manoel; João Ananias, Giovanni (Cal Rodrigues) e Marco Antônio (Juninho); Giva, Erick e Anselmo. Técnico: Milton Cruz.

Belo Jardim 1

Andrei, Denilson, João Marcus, Fabinho e Venturosa; Junior, Nininho(Matheus), Bruno Sacomani e Makson(Jarbas); Rogerinho e Tony(Raniel). Técnico: Luciano Veloso.

Estádio: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos. Assistentes: Cleberson Nascimento Leite e Marlon Rafael Gomes de Oliveira. Gols: Manoel (Náutico) e Bruno Sacomani (Belo Jardim) Cartões amarelos: Giovanni, Giva, Sueliton, Erick e Adalberto (Náutico); Rogerinho, Raniel, Denilson (Belo Jardim). Público: 1.507 Renda: R$ 7.115,00.

DO SUPER ESPORTES PE


.
 
 
 
eXTReMe Tracker