Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
21.08 | MARCOS LEITE
FALAR EM TABELA DA SEGUNDONA VICTOR HUGO, PELA LEI TEM Q DIVULGAR 60 DIAS ANTES ...
21.08 | júnior
já pensou se não tivesse vaidade,e todos se unir-se como seria maravilhoso para ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
09/12/2016
14h30 | esportes - Náutico
NÁUTICO > Clube perde um mando e leva multa por invasão de campo
A invasão de campo em massa por parte da torcida alvirrubra durante a partida entre Náutico e Oeste pela Série B do Brasileiro teve suas consequências. Em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta sexta-feira, o clube pernambucano foi punido com a perda de um mando de campo e o pagamento de uma multa de R$ 10 mil. Mas dos males, o menor. Isso porque o Timbu foi julgado pelo artigo 213, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Caso este que tem pena prevista de multa que pode variar entre R$ 100 e R$ 200 mil e perda do mando de campo de uma a dez partidas. 

 

 

Informado acerca do caso, o departamento jurídico do clube encaminhará suas providências. De acordo com o diretor jurídico do clube, Bernardo Wanderley, para o mando de campo não cabe recurso. A multa, no entanto, ainda será um caso a ser avaliado. "Do mando de campo não cabe recurso, mas a multa vamos tentar diminuir ou parcelar. Ainda vai ser divulgada a decisão (do STJD) e temos sete dias para recorrer. Vou avaliar com o clube para ver como é que faremos", esclareceu.

 

Com a decisão do STJD, o Náutico não fará sua estreia na Copa do Nordeste 2017 em casa. A punição é válida para a primeira partida da CBF disputada pelo clube. Portanto, o confronto diante do Uniclinic marcado para o dia 26 de janeiro, às 16h, na Arena de Pernambuco, não contará com a torcida alvirrubra. A princípio a partida acontecerá de portões fechados ou fora do estado. De acordo com o diretor jurídico, no entanto, esse fator ainda não foi determinado.


Do Super Esportes PE
 
 
 
eXTReMe Tracker