Página inicial
 
Mural de recados
25.04 | kaio
Licius saiu ? ...
25.04 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! CONCORDO PLENAMENTE DO Alcino PM. Venho falando isso a ano ...
25.04 | Beltrão
Digamos que a espinha dorsal de uma equipe, seja formada de 5 jogadores que rece ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
06/12/2016
14h57 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO - Camisa nove vira prioridade no Timbu para 2017

Ao menos em um aspecto, o ano de 2017 vai ser diferente de 2015 e 2016 para o Náutico. Ao contrário das últimas temporadas, na próxima, o Timbu terá um centroavante confiável. Um nove. Pelo menos é isso que pretende a diretoria alvirrubra.

- Com certeza, a contratação de um centroavante é uma das prioridades. Tenho certeza que a gente vai ter uma equipe muito forte. Todo mundo que conhece o dia a dia do clube sabe de toda a dedicação. Infelizmente, não conseguimos o objetivo na última temporada, mas não desistiremos - afirmou o diretor de futebol Marcílio Sales.

Na Série B de 2015, por exemplo, dois atacantes dividiram a artilharia da equipe. Os atacantes Douglas e Daniel Morais. O número de gols, porém, foi baixo. Ambos marcaram só seis em toda a competição. Daniel até tem a justificativa de ter atuado em poucos jogos. Douglas participou de 32 das 38 partidas do Timbu na competição. Depois deles, veio Bergson - com quatro gols feitos.

Na campanha de 2016, até houve um jogador que se destacou na quantidade de gols marcados. Rony fez 11 e acabou na quinta posição entre os artilheiros da Série B. Mas ele não é centroavante. É jogador de ponta - no máximo, um segundo atacante, que flutua por trás da referência do ataque.

Durante a maior parte do tempo, o centroavante do time foi Bergson. O jogador marcou sete gols em 28 jogos (média de um a cada quatro partidas). Além dele, revezaram-se Tiago Adan e Yuri Mamute. O primeiro marcou um gol em 15 aparições. O segundo fez 11 partidas e deixa o clube sem ter balançado as redes.
 
DO GLOBOESPORTE.COM/PE

.
 
 
 
eXTReMe Tracker