Página inicial
 
Mural de recados
22.05 | Aldery
Alguém lembra aqui da Série B de 1997? Da parceria entre Central e Cadimo Barros ...
22.05 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! E a saga de vergonha continua. Até quando senhores alvinegr ...
22.05 | Patativa
Qual a parceria que fez o Atlético Pernambucano e qual a empresa parceira do Sal ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
03/12/2016
19h42 | esportes - NÁUTICO
Náutico ainda não decidiu se utilizará gramado artificial nos Aflitos quando voltar ao estádio
Desde que iniciou as obras para reestruturação do estádio dos Aflitos, o Náutico estuda a possibilidade de utilizar um novo gramado. O artificial. Seria o mesmo que o Atlético-PR utiliza desde o início de 2016 e que vem causando bastante polêmica pelo fato das equipes visitantes acharem que o time paranaense leva vantagem no piso diferente. No Náutico a polêmica é se o gramado será ou não utilizado. 

Responsável pela obra de reestruturação do Eládio de Barros Carvalho, o engenheiro Stênio Cuentro afirmou que ainda não há decisão tomada em relação ao novo piso justamente porque a reforma não chegou ao ponto de que essa decisão precise ser tomada. Segundo Cuentro, o clube concentra esforços em outros setores do estádio que são prioridades.

“Não está decidido nada ainda. O gramado ainda não é uma prioridade. Primeiro é a estrutura. Depois a parte elétrica porque é um item de segurança. Depois temos que fazer acessos para que possamos evacuar o estádio em até oito minutos. A maioria das áreas já atende isso, mas outras áreas ainda não e teremos que nos adequar. Primeiro, vamos ver a segurança, depois o conforto, depois as funcionalidades. O gramado se encaixa na funcionalidade”, explicou.

Cuentro mais uma vez salientou que o clube precisa da ajuda dos sócios e que os donos de cadeiras regularizem a sua situação. Só assim será possível dar seguimento a reforma do estádio, já que a verba dos detentores dos assentos será direcionada para as obras.
 
DO SUPER ESPORTES PE

...
 
 
 
eXTReMe Tracker