Página inicial
 
Mural de recados
25.06 | jonathas silva Beringuel
Lamentavel mais um ano perdido pro central. mais um ano de sofrimento pra torcid ...
25.06 | Davi
A ultima vez q fui ao Lacerdão foi na eliminação da serie D de 2009 naquele dia ...
25.06 | Ze ligado
Se espantar com o que??? Foi o central sendo o central simplesmente isso. Já per ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
25/10/2016
19h51 | esportes - NÁUTICO
Fora do G-4, discurso no Náutico é um só: vencer na Arena de PE é obrigação
NÁUTICO

A invencibilidade de oito jogos do Náutico - dois empates e seis vitórias - foi quebrada na última sexta-feira, contra o Luverdense. Para retomar a sequência de vitórias, o próximo adversário é, talvez, um dos mais difíceis da competição. O jogo é contra o líder da Série B do Brasileiro, o Atlético-GO, nesta sexta-feira, na Arena de Pernambuco, às 20h30 (horário local). Mas, os alvirrubros se apoiam num ponto forte neste returno: o fator casa. Para o lateral-esquerdo Gastón Filgueira, bater os goianos não será tarefa fácil, mas o Alvirrubro leva uma vantagem.

- Não pode relaxar, todo jogo tem que pontuar, ainda mais dentro de casa, tem que garantir os três. Somos fortes, a torcida está chegando junto, isso também ajuda. A gente sabe que fazer o nosso dever de casa não vai ser fácil. Mas a margem de erro está acabando. 

Com 61 pontos, o Atlético-GO está folgado no G-4. O objetivo deles é o título, já o do Náutico é, no momento, garantir a vaga.

- Todo jogo na Série B é complicado. Todos os times têm objetivos. A gente quer entrar no G-4, queremos o acesso (à Série A) e o Atlético-GO também. Ele estão na ponta, muito mais perto que o resto de chegar na Série A. Não acho que eles vêm relaxados. Eles precisam desses três pontos já para garantir o acesso.  A gente saiu do G-4 e quer voltar. 

O volante João Ananias creditou à soma de dois fatores a força alvirrubra. Além de jogar em casa, a Arena de Pernambuco deve ter a presença do "12° jogador", como no último jogo, contra o Ceará, que levou mais de 25 mil torcedores para o estádio.

- A gente vai enfrentar o líder do campeonato. Temos que entrar com calma, estudar o time deles. Mas o que vai ajudar a gente é o fator casa, fator torcida. Espero que eles continuem comparecendo para ajudar a gente a ganhar.

DO GLOBOESPORTE.COM/PE 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker