Página inicial
 
Mural de recados
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
17.10 | Antonio do Salgado
Sim entrou uma nova diretoria conversa bonita danada, reformaram a concentraçao ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
14/10/2016
23h32 | esportes - SÉRIE B 2016
SÉRIE B - Náutico x Ceará - 18h30 - Arena de Pernambuco - São Lourenço da Mata/PE
Foram necessárias 19 rodadas para que o Náutico voltasse ao G4 da Série B. Quando a rodada ajudava, o Timbu decepcionava. Quando o Alvirrubro vencia, os rivais da frente não tropeçavam. Foi assim até a chegada de Givanildo Oliveira. Agora, ocupando a terceira posição no início desta 31ª rodada, diante do Ceará, às 18h30 deste sábado, na Arena de Pernambuco, o Alvirrubro começa a segunda parte da missão: se manter dentro do grupo que conseguirá o acesso à Série A de 2017. 

Experiente na competição e conhecido como o "Rei do Acesso", o técnico Givanildo Oliveira sempre analisa a disputa baseado no que já vivenciou. Uma da suas constatações é que nesta temporada entrar no G4 foi algo bem complicado e que não há espaço para tropeços se desejar se manter neste grupo.

“Este ano foi mais difícil entrar. Claro que depois que que entra no G4 a luta é para não sair mais. Para ir até o final dentro do G4. Mas continua embolado. Todo jogo que a gente faz e ganha, você aproxima mais ainda do acesso”, comentou.

Além de brigar para não sair da quatro primeiras posições, ainda há outros fatores que o técnico não mencionou. O Náutico agora é observado pelos adversários de modo diferente. Passa a ser alvo de todos que ainda querem brigar por uma das vagas no grupo de elite da Série B. Por outro lado, o time não precisa mais fazer contas para chegar até onde queria. Tem que trabalhar para somar os pontos necessários para se manter. “A equipe que está no G4 passa a ser alvo. A equipes devem pensar em passar ou encostar. Temos como meta nos manter. Não procuro buscar ninguém, queremos fazer pontos porque lá no final isso fará diferença”, lembrou Bergson. 

Todas as vagas em aberto
Com Vasco e Atlético-GO a seis e sete pontos de distância, respectivamente, poderia se analisar que apenas duas vagas estão em aberto no G4. Givanildo Oliveira discorda. O técnico acredita que nada está definido e que ainda é impossível afirmar que alguma equipe já garantiu o acesso. “Acho que (Vasco e Atlético-GO) ainda não encaminharam a vaga ainda. O quinto, sexto, sétimo estão próximos. Acho que daqui a duas ou três rodadas podemos falar que (alguém) subiu. Aí podemos falar que podemos brigar por terceiro e quarto lugar. Por enquanto, não. Esperamos vencer para poder ir administrando essa posição.”

Adversário
Com uma vitória nos últimos 13 jogos, o Ceará se mantém na briga pelo acesso por conta dos tropeços dos adversários e pela gordura acumulada no início da competição. Com 44 pontos, o Vovô tem várias caras conhecidas do torcedor pernambucano e isso pode ser uma arma para o duelo desta noite. Wescley, Lelê, Felipe Menezes e Ewerton Páscoa atuaram no futebol no Santa Cruz e no Sport e podem ajudar o técnico Sérgio Soares a destrinchar o Timbu. 

FICHA DO JOGO

Náutico
Júlio César (Rodolpho); Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Gaston; João Ananias, Rodrigo Souza, Marco Antônio e Vinícius; Bergson e Rony. Técnico: Givanildo Oliveira.

Ceará
Éverson; Tiago Cametá, Ewerton Páscoa, Douglas Marques e Eduardo; Diego Felipe, Raul (Felipe Menezes) e Wescley; Lelê, Ciel e Bill. Técnico: Sérgio Soares. 

Data: 15/10/16
Horário: 18h30
Estádio: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Michael Correia e João Luiz Coelho de Albuquerque (ambos do RJ)
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker