Página inicial
 
Mural de recados
16.08 | CLEO
O TERRENO ONDE DEVEM CONSTRUIR O CT DO CENTRAL? TÁ JOGADO PRAS COBRAS, COMO SE D ...
15.08 | MARCOS LEITE
RESTA AOS SÓCIOS PROPRIETÁRIOS DO COMÉRCIO, SE UNIR, RESTAURAR E REFORMAR O CLU ...
15.08 | VICTOR HUGO
É VERDADE GUSTAVO, O CENTRALZÃO TEM Q CONSTRUIR SEU CT NINHO DA PATATIVA NO SEU ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/09/2016
14h40 | esportes - NÁUTICO
Náutico começa a pensar na temporada de 2017
NÁUTICO
Apesar de o Náutico ainda trabalhar visando o acesso à Série A de 2017 e ter 12 rodadas a disputar até o fim do ano, já existe um trabalho de planejamento pensando na próxima temporada, independentemente da divisão que o time estará jogando. A prova disso foi a contratação de Marco Antônio. O meio de campo assinou contrato até o fim do ano que vem e a direção alvirrubra já deixou claro que pretende montar a base do próximo ano ainda nesta temporada.

A diretoria alvirrubra não revela quem será procurado para renovar o contrato com o Náutico. As informações são guardadas a sete chave e é até uma tática para não mexer com o elenco que terá a missão de entrar no G4 e conseguir o acesso à Série A. Porém, um dos nomes que está no radar do clube é o do meia Maylson.

Mesmo estando lesionado e de dificilmente voltar aos gramados nesta temporada, o volante foi um dos atletas que se destacou com a camisa alvirrubra. Como tem o passe livre e não está vinculado a nenhum clube além do Náutico, um novo acordo só deve ser complicado por conta da concorrência de outra agremiação. Empecilho que pode ser diminuído em caso de acesso, já que o time teria maior poder de barganha. 

Outros jogadores que podem permanecer no Náutico com maior facilidade seriam o zagueiro Adalberto e o meia Renan Oliveira. Mesmo tendo vínculo com outros clubes, a direção alvirrubra não vê tanta dificuldade na negociação. Talvez, a situação de Renan seja um pouco mais complicada já que o seu vínculo com o Atlético-MG vai até julho de 2017 e o Galo pode querer uma compensação financeira. Já Adalberto tem seu passe ligado ao Santa Cruz do Rio Grande do Norte e seu empresário tem uma boa relação com o Timbu, fator que facilitaria a sua permanência.

O caso mais complicado e talvez o que mais agradasse ao clube é o de Vinícius. O meia já provou em pouco tempo que tem nível para disputar a Série A e contribuir demais com o Timbu, mas como tem contrato com o Furacão até 2018, dificilmente ficaria para 2017.

Base sólida
 
Além de ainda ter os atletas da base com contratos mais longos, além do volante João Ananias, o clube renovou com boa parte do elenco da última temporada no começo de 2016. Jogadores como Júlio César, Rafael Pereira e Gaston permaneceram e é provável que este trio também receba proposta para que continue no clube em 2017. A prova de que o planejamento não é apenas manter uma base, mas também ter jogadores que já tenham uma identificação com o clube.
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 
 
Givanildo Oliveira  (Foto: Marlon Costa (Pernambuco Press))(Foto: Marlon Costa (Pernambuco Press))
.
 
 
 
eXTReMe Tracker