Página inicial
 
Mural de recados
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
24.06 | Gustavo
Lembro de quando anunciaram essa parceria com Granada fiz uma pesquisa e vi que ...
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/09/2016
21h54 | esportes - NÁUTICO
Náutico decide que não assinará contrato com lateral esquerdo Ávine
Apesar de não acertar com o atacante que tanto buscava para a disputa da reta final da Série B, o Náutico poderia adicionar mais um reforço para o clube. Trata-se do lateral esquerdo Ávine, que vem treinando no CT Wilson Campos desde o início de agosto e recebeu elogios tanto do ex-técnico Alexandre Gallo, como do atual, Givanildo Oliveira. Situação que o credenciava a ser regularizado pelo Timbu nesta quinta-feira. Algo que não acontecerá mais.

Recuperando-se de uma lesão séria no joelho (rompimento dos ligamentos), o atleta vem treinando no centro de treinamento alvirrubro após solicitar ao clube. Como não houve sinalização positiva do departamento médico, a direção de futebol resolveu tratar o jogador como um projeto para 2017. Caso esteja em condições físicas ideais, deve receber uma proposta de contrato do Timbu.

Lesões constantes
 
Ídolo da torcida do Bahia, clube que o revelou, Ávine sofreu com lesões frequentes que culminaram na sua saída, no início deste ano. Em 2011, ele teve uma lesão grave no menisco. Apesar de operado, seguiu tendo problemas na região, que o deixaram quase três anos sem jogar. Quando da sua volta, a reclamação dos técnicos era que não conseguia mais render como antes. De acordo com a imprensa baiana, problemas de bastidores também marcaram o fim da sua passagem pelo Bahia.

Em 2016, o atleta encerrou o contrato com o Tricolor, que optou por não renovar o vínculo. Sem clube, Ávine seguiu fazendo trabalhos físicos por conta própria. Ele até chegou a ser anunciado pelo Luverdense em abril deste ano, para a disputa da Série B, mas as negociações voltaram atrás. Posteriormente, foi para o Hercílio Luiz, clube que disputa a segunda divisão do Campeonato Catarinense.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker