Página inicial
 
Mural de recados
22.07 | MARCOS LEITE
NA SÉRIE A2 SÓ SOBE O CAMPEÃO, ESPERO SEJA O PORTO GAVIÃO DO AGRESTE. OU PESQUEI ...
21.07 | jose arruda
Warley, obrigado pela informação atualizada sobre o Sub 20-2017. A FPF divulgou ...
21.07 | Adalgisio
Warley relembra aquela campanha do central na serie D que o time era comandado p ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/08/2016
07h58 | esportes - SÉRIE B 2016
SÉRIE B - Vila Nova 0x2 Náutico
Uma vitória toda construída no segundo tempo do jogo. Foi assim que o Náutico conquistou a primeira vitória neste returno do Brasileiro da Série B. Neste sábado, o time pernambucano venceu o Vila Nova-GO por 2 a 0, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiás. Os gols foram marcados por Jefferson Nem e Hugo. Um resultado importante para quem deseja voltar ao G-4.

O Vila Nova tomou as ações da partida. Impôs velocidade logo no início, enquanto o Náutico mantinha-se fechado, firme na marcação. Aos 12 minutos, a torcida do Vila reclamou de um possível pênalti em Moisés. Mas tudo não passou de encenação do jogador, que se jogou ao bater no goleiro do Náutico, Júlio César.

Nesta primeira etapa, o arqueiro do Timbu foi o mais exigido em campo. Fez sucessivas defesas. Já a equipe comandada por Alexandre Gallo não conseguia avançar. Os meias Hugo e Renan Oliveira não tiveram muito sucesso na ligação com o ataque. Isso deixava Rony e Jefferson Nem isolados. Até os 24 minutos de jogo, o Náutico não tinha dado nenhum chute a gol. Uma mostra clara de dificuldade da equipe pernambucana em trocar passes. Prosseguia forte na marcação e falho na criação ofensiva.

Somente aos 28 minutos é que Jefferson Nem chutou e acabou ganhando um escanteio. Nem mesmo a parada técnica - onde atletas e arbitragem se hidratam - foi capaz de mudar o panorama da partida. O Náutico teve uma leve melhora, encabeçada sempre por Jeferson Nem.

Com o timbu despertando para o jogo, foi a vez do Vila Nova parar as ações com falta. E por benevolência do árbitro Paulo Sérgio Santos Moreira, a equipe de Goiás não perdeu um atleta. O capitão do Vila, Vinícius Simon, entrou deslealmente no atacante Rony. Nem um cartão de advertência o jogador levou.

Já nos acréscimos, as últimas tentativas de tirar o zero do placar continuaram sendo do Vila Nova.  

Segundo tempo
Outro jogo. Nem parecia que eram os mesmos atletas em campo na segunda etapa. Mudança de postura do time pernambucano. As duas primeiras oportunidades foram do Timbu. Foi tão surpreendente o despertar do Náutico, que aos seis minutos, em jogada começando com Renan Oliveira, o atacante Rony foi à linha de fundo e cruzou para Jefferson Nem só tocar para dentro das redes do goleiro Saulo. Estava aberta a contagem: 1 a 0 para o Náutico.

O gramado - em péssimo estado - não foi suciente para atrapalhar as consecutivas jogadas de ataques do Alvirrubro de Pernambuco. O técnico Alexandre Gallo foi expulso no intervalo da partida, mas já deixou programadas as substituições para a etapa final do jogo. Promoveu as estreias do meia Vinícius, do volante Negretti e do atacante Yuri Mamute. Já havia iniciado o jogo com o zagueiro debutante Igor Rabelo.

O meia Vinícius, que já havia defendido o Náutico em 2014, fez o que todos esperavam. Armou as jogadas ofensivas e cadenciou o ritmo da partida. Inteligente, aos 20 minutos, ele  encontrou o meia Hugo, que se livrou do marcador e chutou no canto esquerdo do goleiro do Vila (2 a 0). Falhas grotescas da defesa do Vila Nova e, principalmente, do arqueiro Saulo, atleta prata da casa do Sport.  

O Vila se encolheu. Visitou muito pouco a área do Náutico. Obrigou o torcedor a sair antes do final do jogo. Já o Náutico manteve-se firme e assegurou o marcador. Importante para quem voltou ao returno da Série B com uma derrota em casa (perdeu na Arena de Pernambuco para o Criciúma, por 1 a 0).
 

 

Vila Nova
Saulo; Bruno Oliveira (Evérton), Guilherme Teixeira, Vinícius Simon e Marcelo Cordeiro; Victor Bolt, Fagner (Joãozinho), Maguinho e Jean Carlos; Moisés e Patrick (Vandinho). Técnico: Guilherme Alves

Náutico
Júlio César; Joazi, Igor Rabelo, Adalberto e Gaston; João Ananias, Eurico (Negretti), Renan Oliveira (vinícius) e Hugo (Yuri Mamute); Rony e Jefferson Nem. Técnico: Alexandre Gallo.

Data: 27/8/2016 (sábado). Horário: 16h20. Estádio: Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiás. Árbitro: Paulo Sérgio Santos Moreira (MA). Assistentes: Cícero Romão Batista Silva (MA) e Carlos André Pereira Sousa (MA) Cartões amarelos: Adalberto (N) Gols: Jefferson Nem e Hugo (N)
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 
 
Vila Nova x Náutico (Foto: Reprodução) (Foto: Reprodução)

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker