Página inicial
 
Mural de recados
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
17.10 | Antonio do Salgado
Sim entrou uma nova diretoria conversa bonita danada, reformaram a concentraçao ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/05/2016
08h01 | esportes - NÁUTICO
Três semanas após chegar ao Náutico, Alexandre Gallo tem nova semana livre para corrigir problemas
NÁUTICO
O técnico Alexandre Gallo comandou o primeiro treino à frente do Náutico há exatas três semanas. Desde que chegou, uma das queixas mais recorrentes tem sido a falta de tempo. Pela segunda vez nesse curto espaço de tempo desde o retorno ao clube, o treinador terá uma semana inteira de trabalho livre de jogos pela frente. A primeira com os quatro reforços que chegaram sob a indicação dele à disposição. Momento para fazer correções e buscar o aperfeiçoamento da equipe. Que até venceu na última rodada, mas não convenceu.

O êxito sobre o Vila Nova foi importante pelos primeiros pontos somados na Série B e também por ter trazido tranquilidade para trabalhar e importantes lições para o grupo. “Precisamos melhorar na compactação. Gallo está treinando firme isso, a equipe está numa crescente técnica e física. Estou me sentindo fisicamente e tecnicamente bem e é mais uma questão de entrosamento com a equipe. Senti um grupo forte e vamos a cada jogo evoluindo mais”, afirmou o volante Maylson, que um dos novos reforços a estrear contra o Vila Nova.

Além dele, o lateral Muller e o volante Eurico também entraram em campo. Só quem ainda não estreou do grupo de novos reforços foi o atacante Taberson – ainda aprimorando a parte física. E é justamente esse “heterogeneidade” no fôlego da equipe que está preocupando o treinador alvirrubro. A pausa até o jogo contra o Londrina, na próxima terça-feira, será útil para tentar deixar os atletas mais homogêneos fisicamente. 

O ataque
 
Outro fator que vem merecendo uma preocupação extra no Náutico é o ataque. Os erros de finalização e a fragilidade do setor nas partidas contra o Criciúma e o Vila Nova tem incomodado à torcida, embora Gallo já enxergue evolução. 

“Nesses últimos quatro jogos (desde o retorno), fizemos sete gols e criamos muitas chances. Isso me deixa contente. A gente está tentando fazer o melhor e os meninos estão se dedicando. A oscilação acontece em todos os times formados há mais de um ano, imagine o nosso. Ainda temos uma oscilação física, de troca de peças e grande parte do grupo ainda está abaixo do sistema de jogo”, pontuou o técnico.
 
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker