Página inicial
 
Mural de recados
16.10 | MARCONDES
É VERDADE CLEO, SE PESQUEIRA É AZUL E AMARELO ELES USA TODO D AZUL , TEM CABENSE ...
16.10 | VICTOR HUGO
OS 2 CAIXÕES DE PANCADA DA SEGUNDONA, FERROVIARIO DO CABO E CHÃ GRANDE JÁ ESTÃO ...
14.10 | CLEO
EU ACHO Q O PESQUEIRA TEM JOGAR TODO DE AMARELO SÓ O NUMERO AZUL, JÁ TEM MUITOS ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/05/2016
07h39 | esportes - SÉRIE B 2016
SÉRIE B - Náutico 3x2 Vila Nova/GO - Timbu vence a primeira na competição
Não foi um primor de partida do Náutico. Na verdade, longe disso. O time ainda repete velhas deficiências - sobretudo as referente ao setor ofensivo. Com muitos desfalques e ainda recentido de maior organização tática, sofreu para vencer o Vila Nova na noite desta terça-feira, na Arena Pernambuco. Pelo menos, fez o dever de casa. Foi entre altos e baixos que o Timbu suou para somar, no sufoco, os primeiros três pontos na Série B: 3 a 2 sobre os goianos.

Após sair perdendo na partida, o time virou com Matheus Muller, Rafael Pereira e Jefferson Nem. Com a vitória, os alvirrubros chegaram a 10ª posição com três pontos. A rodada ainda está incompleta. A equipe volta a campo agora somente na próxima terça-feira, quando irá até o Paraná enfrentar o Londrina, às 19h15, no estádio do Café.

O jogo
Para a primeira partida em casa no Brasileiro, o Gallo testou uma formação bastante modificada. Tanto na escalação, quanto taticamente. Foram quatro alterações em relação ao time que perdeu para o Criciúma na primeira rodada da competição. O zagueiro Fabiano Eller e o atacante Rafael Coelho, lesionados, não jogaram. Sem opções na defesa, o treinador escalou o lateral Gaston improvisado na zaga. Jefferson Nem entrou no ataque. Maylson na vaga de Ygor e Matheus Muller na de Henrique, ambos estreando, foram opções do treinador. 

Optando pelo tradicional 4-4-2. Gallo, aos poucos, começou a dar sua cara ao time. E, pelo menos no primeiro tempo, funcionou. O Timbu foi superior. Fez por onde merecer a vitória parcial. Após começar melhor, os alvirrubros viram o Vila abrir o placar na única falha defensiva na etapa. Aos 13, Roger aproveitou falha geral da defesa, girou com a bola e chutou cruzado. A bola ainda desviou em Rafael Pereira antes de ir para as redes. Três minutos depois, o empate. Matheus Muller acertou uma cobrança de falta perfeita, no ângulo: 1 a 1.

Aos 19, o lance crucial para a partida. Victor Bolt derrubou Esquerdinha na entrada da área. O juiz mandou seguir o jogo, mas o assistente assinalou a falta. Após cinco minutos de muita conversa entre os membros da arbitragem, Bolt acabou expulso. Mesmo com um a mais, o Náutico ainda encontrou dificuldades ofensivas. Com maior posse de bola, porém, encontrou o gol aos 46. Em contra-ataque rápido, Joazi tabelou com Maylson e saiu na frente e foi derrubado na área pelo goleiro. Pênalti que Rafael Pereira cobrou e marcou

Segundo tempo
A etapa final começou movimentadíssima. Logo aos 3 minutos, Vinícius Simon errou passe na saída de jogo, Jefferson Nem roubou a bola, avançou e tocou na saída do goleiro. No lance seguinte, novo vacilo da zaga goiana e Esquerdinha perdeu uma chance idêntica. Em meio à reclamação alvirrubra que reclamava um pênalti claro em cima de Rony, o Vila puxou contra-ataque com Jean Carlos e Vandinho diminuiu o placar.

O Vila Nova passou a gostar da partida. O Timbu nem parecia que vencia a partida. Afobado, atirava-se ao ataque de qualquer jeito e dava brechas para o adversário. Aos 33, Jean Carlos entrou na área e bateu cruzado para grande defesa de Júlio César. No lance seguinte, Bergson (voltando de lesão após três meses) acabou expulso. A partida ficou dramática até o fim, com o Náutico garantindo os primeiros três pontos na competição.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 3
Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Gaston e Matheus Muller (Henrique); Rodrigo Souza, Maylson (Eurico), Esquerdinha (Bergson) e Caíque; Rony e Jefferson Nem.
Técnico: Alexandre Gallo.

VILA NOVA 2
Edson; Jefferson Feijão, Anderson, Vinícius Simon e Marcelo Cordeiro; Victor Bolt, Robston (Maguinho), Leandrinho (Fabinho), Jean Carlos e Roger (Douglas Assis); Vandinho.
Técnico: Rogério Mancini.
 

Estádio: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE). Assistentes: Arnaldo Rodrigues de Souza (CE) e Marcione Mardonio da Silva Ribeiro (CE). Gols: Matheus Muller (27’ do 1ºT), Rafael Pereira (46’ do 1ºT), Jefferson Nem (3’ do 2ºT) (N); Roger (13’ do 1ºT) e Vandinho (5’ do 2ºT) (VN). Cartões vermelhos: Victor Bolt (24’ do 1ºT) (VN) e Bergson (35’ do 2ºT). Cartões amarelos: Robston, Edson, Jefferson Feijão (VN); Bergson, Rony e Rafael Pereira (N). Público: 1.514. Renda: R$ 23.425,00.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker