Página inicial
 
Mural de recados
24.11 | Kaio
Tbm tem q trazer o Naldinho e Caça Rato e trazer um zagueiro experiente ...
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
21/11/2015
07h39 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Náutico 1x0 Bahia - A vitória que não valeu nada
O Náutico tentou, mas o milagre não aconteceu. O Timbu venceu o Bahia por 1×0, neste sábado (21), pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, na Arena Pernambuco, mas o resultado não adiantou. O alvirrubro pernambucano não tem mais chances de conseguir o acesso para a Série A no próximo ano, pois o Santa Cruz venceu o Mogi Mirim. O gol foi marcado pelo zagueiro Fabiano Eller. O time vermelho e branco está na 6ª posição com 60 pontos.

JOGO

O Náutico começou o jogo pressionando o Bahia e demostrando um futebol melhor que o visto no empate por 1×1 diante do CRB na última rodada. Logo aos 7 minutos, Gaston recebeu o passe livre pela esquerda, cruzou, Biteco sozinho na pequena área mandou para fora. Pouco tempo depois, Daniel Morais teve uma chance de cabeça após o cruzamento de Rafael Pereira, mas também não aproveitou.

O Timbu estava no comando da etapa inicial e como diria o ditado “água mole pedra dura, tanto bate até que fora”. Biteco levantou a bola na área após a cobrança da falta. A defesa baiana não conseguiu afastar e a bola sobrou para Fabiano Eller empurrar para o fundo da rede. Mal o Tricolor de Aço deu continuidade a partida e Gaston arrancou livre pela esquerda, colocou a bola na cabeça do atacante Daniel Morais, que novamente de não teve sucesso no lance.

Depois de abrir o placar, a equipe alvirrubra diminuiu o ritmo e o Bahia começou a trocar passes no campo de defesa do Timbu. Por duas vezes, João Paulo apareceu livre na entrada da grande e arriscou de longe. Em uma oportunidade acertou a trave e na outra obrigou Júlio César a fazer uma linda defesa. No final do primeiro tempo, o Náutico teve duas boa chances de com Daniel Morais, que perdeu outro bom lance na jogada aérea e Hiltinho, sozinho na meia lua da grande área soltou uma bomba para longe.

No segundo tempo, o Náutico não foi tão agressivo. Os lances de perigo foram em dois chutes de fora da área com William Magrão e Bergson. O Bahia também arriscou na mesma moeda com Zé Roberto. O detalhe é que por volta dos 15 minutos do segundo tempo quando o Santa Cruz fez dois gols em cima do Mogi Mirim os poucos torcedores que estavam presentes na Arena Pernambuco ficaram em silêncio.

Coincidência ou não, o Timbu começou a adminsitrar o resultado que já na valia mais nada. O Bahia que que não almejava mais nada aceitou a proposta. A partida começou a ficar feia, sem nenhuma jogada perigosa criada e as duas equipes só esperaram o apito final do juiz.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO

Júlio César; Rafael Pereira, Ronaldo Alves, Fabiano Eller, Gaston Filgueira; Jackson Caucaia (Marino), William Magrão, Hiltinho, Guilherme Biteco (Dakson); Bergson (Douglas) e Daniel Morais. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

BAHIA

Douglas Pires; Railan (Adriano), Robson, Gustavo, Vítor; Paulinho Dias, Gustavo Blanco, João Paulo Penha, Tiago Real (Rômulo); Zé Roberto (Jacó) e Jean. Técnico: Aroldo Moreira.

Local: Arena Pernambuco. Horário: 16h30 (do Recife). Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes – RJ (ASP-FIFA). Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Michael Correia (Ambos do RJ). Cartões Amarelos: Jackson Caucaia, Rafael Pereira, William Magrão e Dakson (Náutico). Jean, Paulinho Dias, Tiago Real e Douglas Pires (Bahia). Gol: Fabiano Eller (16′ do 1ºT). Público: 1.666 torcedores. Renda: 19.930 reais.
 
Do Blog do Torcedor 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker