Página inicial
 
Mural de recados
18.11 | Paulo alvinegro
Era o ano pra um time do interior chegar lá com o rebaixamento dos três da capit ...
18.11 | MARCONDES
´PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTORIA DO FUTEBOL PE. 3 GRANDES CAIRAM, A COMEÇAR PELO M ...
17.11 | CLEO
VERDADE VICTOR HUGO O REINADO DOS TRÊS DA CAPITAL ACABOU,COMO DIZ O DITADO FIZER ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
12/11/2015
20h06 | esportes - NÁUTICO
Arena Pernambuco nega dívida e diz que mudança de mando do Náutico descumpre contrato
Após o pronunciamento oficial do Náutico sobre a mudança do jogo com o Bahia para o Arruda, a Arena Pernambuco deu as cartas. De maneira dura, em uma nota oficial, a empresa negou que esteja em atraso com os repasses financeiros ao clube alvirrubro. Além disso, afirma que a alteração no local do confronto com o Tricolor de Aço configura em um "injustificável descumprimento contratual pelo Náutico, que poderá implicar a adoção das penalidades e demais medidas cabíveis." 

Confira a nota oficial completa:

"A Arena Pernambuco Negócios e Investimentos S.A. foi surpreendida, ontem (11/11), com a divulgação na imprensa de uma suposta decisão da Diretoria Executiva do Clube Náutico Capibaribe, de transferir para o Estádio do Arruda o jogo do Náutico contra o Bahia, marcado para o próximo sábado, dia 21/11.

Esta empresa esclarece que, de sua parte, sempre cumpriu integral e pontualmente – e assim continua a cumprir – com todas as obrigações previstas no instrumento contratual firmado com o Náutico, especialmente com as obrigações financeiras.

De fato, nenhum dos compromissos firmados pela empresa perante o Náutico se encontra pendente de cumprimento e, obviamente, postura semelhante é esperada da Diretoria Executiva do Clube. Mas, caso se confirme, a anunciada transferência configurará um injustificável descumprimento contratual pelo Náutico, que poderá implicar a adoção das penalidades e demais medidas cabíveis.

No entendimento de que é fundamental mantermos um canal de comunicação transparente com os órgãos estatutários signatários do contrato em nome do Náutico, já havíamos formalizado desde o dia 28 de outubro (e reiteramos nessa última quarta-feira, 11 de novembro), a proposta de uma reunião para tratarmos, em conjunto com representantes da Diretoria Executiva e do Conselho Deliberativo, de todos os temas de interesse do Clube com relação ao contrato. Mas, até agora, não nos foi formalizada qualquer resposta.

Seguimos aguardando uma manifestação dos referidos órgãos, à plena disposição do Clube, imbuídos do mesmo espírito de parceria que sempre guiou nossas ações."
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker