Página inicial
 
Mural de recados
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
23.04 | Patativa
Será que os dirigentes do Salgueiro administram o clube tal como os do Central, ...
23.04 | Alvinegro
Deixa de criticar em vem pra luta também,ninguém administra tantos problemas soz ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
23/10/2015
11h36 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO -> De olho em 2016, Timbu almeja 50% do elenco fechado para próximo ano
Restam sete rodadas para o fim da Série B, mas o Náutico se movimenta com foco em 2016. O diretor de futebol Paulo Henrique Guerra afirmou que a direção se articula para a reconstrução do elenco para a próxima temporada. Entre dispensas e renovações, mesmo sem citar nomes, Guerra adiantou que a meta do clube é ter de 40 a 50% do elenco em avançado processo de negociação, para iniciar o próximo ano com uma base consistente. 

- Já fizemos um esboço do que queremos deixar para o ano que vem. Queremos ter um elenco de 40% a 50% montado para 2016. Até porque teremos eleições em breve e temos de respeitar a vontade de quem entrar. Mas desses jogadores que já temos convicções que podem nos ajudar, até conversando com outros candidatos, já queremos avançar nessas situações.
Entre o retorno de jogadores do clube e as contratações para a temporada, o Náutico, em 2015, contou com a chegada de nada menos 29 jogadores. Número precisa ser reduzido. Guerra afirmou que o foco de ter um elenco previamente montado, ao menos em parte, independe do clube subir para a Série A. 
A diferença será a atuação do Náutico no mercado em caso de acesso: com um poderio financeiro maior, tem chance de vencer mais disputas por jogadores, fato que, segundo o diretor, não ocorreu em 2015.

- Se a gente deixar esse elenco montado, que temos essa convicção que podem render na Série A, estamos satisfeitos. Claro que, em uma Série A, a renda é diferente e podemos entrar de forma mais efetiva no mercado. Este ano, perdemos muitos reforços porque não tínhamos esse poderio financeiro.
 
Fonte: globoesporte.com/PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker