Página inicial
 
Mural de recados
24.11 | Kaio
Tbm tem q trazer o Naldinho e Caça Rato e trazer um zagueiro experiente ...
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
01/09/2015
06h00 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Náutico pressiona no fim, mas segue rotina fora de casa e perde para o Criciúma por 1x0

Fora de casa, a história não muda para o Náutico. Mais uma vez, o Timbu foi derrotado quando joga longe do Recife. Desta vez, o tropeço foi para o Criciúma e o placar de 1 a 0 foi um castigo para um time que entrou em campo pensando em conseguir o empate. Pior para Lisca e companhia, que mais uma vez desperdiçaram a chance de voltar ao G4 da Série B e segue com apenas uma vitória fora de casa. Agora, a rotina continua com a parte que a vitória dentro de casa contra o Sampaio Corrêa é obrigatória para seguir buscando o acesso.

Lisca sabia que precisava inovar para tentar algo fora de casa. O esquema tático continuou o mesmo, mas as peças deram uma nova dinâmica ao Timbu. Ao total, foram quatro alterações em relação à última partida. Duas forçadas, Ronaldo Alves na vaga de Fabiano Eller, suspenso, e Guilherme na vaga de Lucas Farias, poupado. As alterações por decisão do técnico é que surpreenderam. O meio de campo foi reforçado no fim das contas. Daniel Morais deu vaga a Hiltinho, e o criticado Marino saiu para a entrada de Gil Mineiro. Uma decisão que deu mais velocidade ao Timbu, principalmente no contra-ataque. 

 


Primeiro tempo
O Criciúma não se arriscou no ataque. Procurava cadenciar o jogo no meio de campo, mas sem ser objetivo. O Náutico seguiu o ritmo dos donos da casa e pouco produziu. Tanto, que até os 30 minutos de partida nenhuma das equipes havia chutado no gol. 

Aos 32 minutos, a escalação do Timbu sofreu uma baixa. Willian Magrão sentiu a panturrilha mais uma vez e teve que ser substituído. Marino entrou no seu lugar, mas não seria ele o protagonista dali por diante. Ronaldo Alves é que foi o responsável por dar espaço ao Criciúma. Em um cruzamento, o zagueiro não cortou corretamente e Júlio César foi obrigado a fazer um milagre na finalização de Lucca. No lance seguinte, veio o castigo. 

Ronaldo chegou atrasado no lance e chutou Tiago Adam. O lance foi duvidoso e os defensores alvirrubros reclamaram muito. Lucca não se importou e fez o que não havia conseguido no lance anterior na cobrança do pênalti. Chutou com perfeição no ângulo direito de Júlio César e abriu o placar.

 

Após o gol, o Timbu até tentou acelerar o contra-ataque, mas não conseguiu ser efetivo. As investidas começaram a criar espaços na retaguarda, e o Criciúma foi um pouco mais perigoso do que vinha sendo. Em um cruzamento, Lucca quase ampliou em um voleio e o primeiro tempo acabou sem maiores perigos de ambos os lados.

 


Segundo tempo
Apesar de não ser efetivo no primeiro tempo, o Náutico voltou para a segunda etapa sem mudanças. O time continuou a acreditar que os contra-ataques seriam efetivos e manteve a tática do primeiro tempo. Ao menos, o jogo ficou mais movimentado e as metas de Júlio César e Luiz receberam mais perigo. 

Na troca de contra-ataques, o Náutico se deu melhor e Luiz teve que começar a trabalhar. Com vários cruzamentos na área e investindo nos ataque pelo lado direito, a equipe do técnico Lisca só precisou finalizar melhor. A prova é que nos 45 minutos a melhor finalização do Náutico foi aos 35 minutos do segundo tempo, quando Bérgson chutou de fora da área e Luiz teve que espalmar para evitar o empate alvirrubro. 

No fim das contas o resultado puniu o time que evitou atacar no primeiro tempo e achou que o empate era um bom negócio. Agora, o Náutico volta para casa com a missão de vencer o Sampaio Corrêa para se manter na briga. 

Ficha do jogo

Criciúma 1
Luiz, Jonas, Wanderson, William e Cristiano (Maicon Silva, aos 33’ do 2ºT); Wellington, Marcão, Natan e Lucca; Tiago Adam (Paulo Sérgio, no intervalo) e Jefferson (Douglas Moreira, aos 13’ do 2ºT). Técnico: Dejan Petkovic.

Náutico 0
Júlio César; Guilherme, Rafael Pereira, Ronaldo Alves e Gaston; João Ananias, Willian Magrão (Marino, aos 32’ do 1ºT), Gil Mineiro (Bérgson, aos 20’ do 2ºT) e Hiltinho; Douglas e Rogerinho (Daniel Morais, aos 29’ do 2ºT). Técnico: Lisca.

Estádio: Heriberto Hulse, em Criciúma
Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Silbert Faria Sisquim (ambos do RJ)
Gols: Lucca ( aos 35’ do 1ºT) 
Cartões amarelos: Lucca, Cristiano e Wellington (CRI)
Público: 3.914
Renda: R$ 40.780,00
 
Do Super Essportes 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker