Página inicial
 
Mural de recados
27.06 | A verdade nua e crua
Fiquei sabendo que o Sousa entrou em campo irregular e clube será punido com a p ...
27.06 | Patativa
Carlos meu amigo alvinegro não perca seu tempo com esses palhaços que querem ver ...
27.06 | Carlos
O verdade nua e crua diga seu nome vc tem medo a merda que vc falou foi tão gran ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/05/2015
03h56 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > Náutico se impõe, vence Criciúma e assume liderança da Série B: 2x0
CLIQUE E CONFIRA.

A imposição do Náutico foi total. Do início ao fim. Não se sabe ao certo qual foi o motivo que levou o Timbu a se apresentar com tanta aplicação, mas junção entre a possibilidade de tornar-se líder, obter o melhor início na Série B na era dos pontos corridos e vencer um, adversário direto na luta pelo acesso foi um estimulante eficaz para a equipe. Além disso o time de Lisca teve o apoio incondicional das arquibancadas na Arena Pernambuco e a vitória por 2 a 0 foi o prêmio que todo alvirrubro esperava.

A sequência de cinco jogos sem perder e também tomar gols serve como estímulo para o Timbu se preparar com mais afinco do que nunca para o seu próximo desafio, que será o Flamengo pela Copa do Brasil. Tempo haverá de sobra, já que Lisca terá uma semana para se preparar para a partida que será disputada no Maracanã.

 


O jogo
Empurrado pela torcida, que já cantava antes mesmo da partida ser iniciada, o Náutico esperou os 10 primeiros minutos para encontrar o seu ritmo. Com a entrada inesperada de William Magrão na vaga do suspenso Patrick Vieira, Marino foi adiantado para o meio de campo. A alteração foi apenas na peça e a presença do volante mais à frente se mostrou eficaz. 

Aos 13 minutos de jogo o Náutico finalmente se ajustou ao apoio da torcida e em um ritmo uníssono a bola chegou para Douglas abrir o placar. Antes do camisa nove receber livre dentro da área para fuzilar o gol de Edson, Gaston cruzou com perfeição para Marino escorar de cabeça e encontrar o atacante livre dentro da área. A festa tinha que ser junto aos torcedores e o atacante correu em direção ao setor Oeste da Arena Pernambuco para ser ovacionado pelos alvirrubros.

 

 

Após o gol era natural que o Timbu segurasse um pouco o ímpeto ofensivo, mas não demorou muito para a vantagem ser ampliada. Em um lance duvidoso, Douglas roubou a bola dentro da área e foi derrubado pelo zagueiro Adalberto. Pênalti que o zagueiro Ronaldo Alves bateu com categoria e colocou o 2 a 0 no placar. 

O Criciúma teve que sair para o jogo, mas esbarrou nas suas limitações. Assim como fez no Náutico o técnico Moacir Junior não deu padrão de jogo ao Tigre de Santa Catarina e todas as jogadas tinham que passar pelo pé de Cleber Santana. A tática não surtiu efeito e o gol de Júlio César foi atacado poucas vezes com perigo até o fim da primeira etapa. 

Segundo tempo
O Náutico tentou repetir o ímpeto que o levou a abrir o placar no primeiro tempo e por pouco não marcou o terceiro gol. O que impediu foram as falhas de passe e e um erro do árbitro Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro. De carrinho, e na bola, Gaston roubou a bola do lateral Ezequiel e partiria livre em direção ao gol de Edson. Porém, o árbitro viu uma falta que apenas ele enxergou e anulou o lance. 

A resposta do Criciúma foi rápida e após desvio de cabeça de Adalberto, o travessão de Júlio César tremeu e quase que o goleiro sofre o gol no rebote, quando Neto Baiano cabeceou novamente. Em um lance de puro reflexo o camisa 1 do Náutico evitou o gol e manteve o zero no placar. 

Com a pressão dos adversários, Lisca decidiu mudar. Tirou o inoperante Rogerinho e decidiu colocar Pedro Carmona - o 12º titular - em campo. A entrada do meia deu mais controle de bola ao Náutico, mas o time não se limitou a apenas manter a posse de bola. Com toques de bola rápidos o Timbu ameaçou o gol de Edson pelo menos duas vezes e ficou a apenas um ou dois toques de ampliar a vantagem. 

Um gol a mais não era necessário já que a equipe de Lisca soube manter o placar até o fim da partida. Agora, os jogadores terão uma semana para se preparar e parar de pensar um pouco na Série B, já que o próximo confronto é contra o Flamengo pela Copa do Brasil. 


Ficha do Jogo

Náutico 2
Júlio César; Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón; João Ananias, Marino, Hiltinho e William Magrão (Bruno Alves); Rogerinho (Pedro Carmona) e Douglas (Renato). Técnico: Lisca.

Criciúma 0
Edson; Ezequiel, Adalberto, Fábio Ferreira e Arnaldo; Rafael Pereira, Rodrigo Andrade (Jefferson), Wellington e Cleber Santana; Bruno Lopes (Silvinho) e Neto Baiano. Técnico: Moacir Junior.

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Flávio Gomes Barroca e Jean Márcio dos Santos (ambos do RN)
Gols: Douglas (aos 13’ do1ºT) e Ronaldo Alves (de pênalti aos 20’ do 1ºT)
Cartões amarelos: Cleber Santana, Fábio Ferreira, Jefferson e Silvinho(CRI); William Magrão, Gaston e Ronaldo Alves(NAU)

 

 

 

Público: 5.292
Renda: R$81.550,00
 
Do Super Esportes 

 

.


...
 
 
 
eXTReMe Tracker