Página inicial
 
Mural de recados
24.09 | VICTOR HUGO
FOI LINDO V AS IMAGENS DO LACERDÃO QUASE LOTADO, O GRAMADO UM VERDADEIRO TAPETE ...
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/05/2015
18h13 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO > Timbu tem o 2º maior jejum de títulos estaduais entre os clubes mais tradicionais do país
CLIQUE E CONFIRA.
O título do Estadual do Rio de Janeiro, obtido pelo Vasco, no último domingo, por incrível que pareça, teve influência em Pernambuco. Mais precisamente no Náutico. Isso porque com a conquista da equipe cruzmaltina, encerrando um período de 12 anos sem títulos estaduais, o alvirrubro pernambucano passa a ser, entre os clubes mais tradicionais do Brasil, o que possui o segundo maior hiato de conquistas locais. Sem levantar um Campeonato Pernambucano desde 2004, o Timbu só tem um jejum menor que o do América-MG, que obteve seu último Campeonato Mineiro em 2001.

Vale ressaltar que, para efeito da pesquisa, foram consideradas apenas as equipes que seguem com representatividade em seus respectivos estados. Com isso, agremiações como o Ypiranga, na Bahia, a Tuna Luso, no Pará, e o Goiânia, em Goiás, que possuem em sua história dez ou mais títulos, não foram lembrados. Todos hoje disputam a segunda divisão local.

O fator tradição, por sinal, pesa contra o Náutico nessa comparação. Isso porque, ao contrário de Minas Gerais, onde Atlético-MG e Cruzeiro polarizam a disputa, em Pernambuco, historicamente, o campeonato é dividido entre as três forças da capital. Para se ter uma ideia, o América soma em toda a sua história 15 títulos mineiros (10 conquistados em sequência, entre os anos de 1916 e 1925), contra 21 dos alvirrubros, que só deixaram de levantar o pernambucano nas décadas de 1910, 1920 e 1990. Em termos gerais, o jejum de taças do Náutico é ainda maior que o do América-MG. Isso porque, em 2009, o Coelho conquistou o título da Série C do Campeonato Brasileiro.

Outros jejuns
Entre os clube de maiores torcidas do País, apenas outros dois estão há pelo menos dez anos sem conquistar locais. São Paulo e Vila Nova-GO, levantaram pela última vez seus respectivos estaduais em 2005. Outra longa fila é do Paraná Clube, que conquistou o Campeonato Paranaense pela última vez há nove temporadas.

No Nordeste, os dois maiores jejuns de taças de um clube tradicional pertencem a Moto Club e CSA, que deram uma volta olímpica pela última vez em 2008. No Maranhão, o rubro-negro, que ficou de fora da final este ano, enquanto em Alagoas, o alviazulino, já eliminado. A final será entre ASA  e o vencedor do confronto entre Coruripe e CRB, que decidem o segundo turno.

Os maiores jejuns de títulos dos grandes nos estaduais

Alagoas
CSA - 6 anos

Bahia
Vitória - 2 anos

Ceará
Ceará- 1 ano

Goiás
Vila Nova - 10 anos

Minas Gerais
América-MG - 14 anos

Paraíba*
Treze - 3 anos

Pará
Paysandu - 2 anos

Paraná
Paraná - 9 anos

Pernambuco 
Náutico - 11 anos

Rio de Janeiro
Fluminense - 3 anos

Rio Grande do Norte
ABC - 4 anos

Rio Grande do Sul
Grêmio - 5

Santa Catarina
Avaí - 3 anos

Campeonato Paulista
São Paulo - 10 anos
 
Campeonato Maranhense
Moto Club - 7 anos 

*Ainda em disputa
 
Do Super Esportes PE 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker