Página inicial
 
Mural de recados
25.07 | Patativa
Respondendo esse rapaz chamado franco,sou torcedor e sócio do central desde 1986 ...
25.07 | MARCOS LEITE
O CENTRAL TEM Q FAZER LOGO A ELEIÇÃO, PRA SE ESTRUTURAR PRA 2018 Q JÁ TÁ GARANTI ...
25.07 | luciano
pra resolver o problema do central, não é preciso fechar as portas , e sim os só ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/04/2015
12h30 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO -> Estilo ´grandalhão`, Douglas garante qualidade nas jogadas em velocidade
CLIQUE E CONFIRA.
Douglas Náutico (Foto: Daniel Gomes)Douglas jogou com Lisca no Juventude, em 2013 (Foto: Daniel Gomes)

 

O 1,89 m de Douglas não pode enganar o torcedor alvirrubro: apesar da estatura, normalmente característica do camisa 9 - a referência no ataque -, a intenção do técnico Lisca é usá-lo como um jogador de mobilidade. Foi dessa maneira que os dois trabalharam juntos no Juventude, em 2013. 

- Eu devo usar Douglas mais aberto, como ele trabalhou comigo. Ele também tem essa característica - disse Lisca.

A situação não é inédita no Náutico. Sob o comando de Dado Cavalcanti, ano passado, o atacante Crislan, do alto dos seu 1,86 m, foi utilizado como um atacante de maior movimentação. Na Série B, ele atuou em 18 jogos - foi titular em 15 - e marcou quatro gols.

Douglas reforçou talento para exercer a função, como Lisca deseja. Para ele, não será problema cair pelas beiradas e partir para cima dos zagueiros. A forma física também está em dia: como vinha atuando no Juventude-RS, só espera a regularização.

- Na verdade, sempre fui um jogador de bastante movimentação. Geralmente, quando jogo como referência, tenho liberdade para movimentar.  O jogo aéreo é um dos meus pontos fortes. Fiquei parado só 10 dias e conversei com o preparador físico. Estou tranquilo. Fiz uns testes e foram legais. Regularizando minha situação, já estou 100% à disposição.

Talvez o fato de não atuar como um atacante de referência explique o baixo número de gols de Douglas nos últimos tempos. Em dois anos, marcou sete vezes - quatro em 2014 e três neste ano. Das 13 partidas em que participou em 2015, foi titular em nove.

- Procuro sempre fazer gols. No Juventude, tive uma média boa no geral. Tenho de focar nisso, em trabalhar para continuar marcando gols aqui e ajudando o Náutico.
 
DO GLOBOESPORTE.COM/PE 

 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker