Página inicial
 
Mural de recados
27.06 | A verdade nua e crua
Fiquei sabendo que o Sousa entrou em campo irregular e clube será punido com a p ...
27.06 | Patativa
Carlos meu amigo alvinegro não perca seu tempo com esses palhaços que querem ver ...
27.06 | Carlos
O verdade nua e crua diga seu nome vc tem medo a merda que vc falou foi tão gran ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
04/04/2015
18h02 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO: Em quarto jogo e segunda decisão no mesmo ano, time visita Salgueiro querendo avançar
Allan Torres/DP/D.A Press
O Náutico joga por um empate neste domingo, às 16h, contra o Salgueiro, no Cornélio de Barros, para buscar a vaga nas semifinais do Campeonato Pernambucano e evitar um vexame histórico. Campeão estadual 21 vezes, o Timbu ficou abaixo dos quatro primeiros colocados pela última vez há 18 anos, quando terminou na 6ª posição em 1997. Para encontrar outra campanha tão ruim é preciso recuar mais seis décadas. Até o 5º lugar em 1932, antes do primeiro título alvirrubro, em uma época onde o Náutico era apenas figurante na competição. 

Ausente apenas da primeira edição do Campeonato Pernambucano, em 1915, o Náutico só conquistaria o seu primeiro estadual em 1934. Até lá, em 18 temporadas, os alvirrubros ficariam fora do pódio 14 vezes, sendo que em 10 abaixo da quarta colocação. Nesse período, Sport e América dividiam o protagonismo da competição, com sete conquistas rubro-negras e cinco esmeraldinas.

Porém, após entrar no hall dos campeões, em apenas oito oportunidades o Náutico ficou ausente dos três primeiros lugares. Dessas, apenas uma fora do G4. Na década de 1990, considera perdida pelos alvirrubros, a equipe chegaria ao seu pior momento a nível local em 1997. Após terminar apenas na 5ª posição do primeiro turno, o Timbu conseguiu fazer campanha ainda pior no segunda metade da competição. Mesmo em um grupo onde era o único grande, conseguiu não se classificar para a segunda fase do segundo turno, ao terminar em quarto lugar, atrás de Porto, Central e Recife, que seguiram na disputa.

Este ano, a campanha também é preocupante. Em nove partidas, foram apenas duas vitórias (ambas sobre o eliminado Serra Talhada). Mesmo assim, soma dois pontos a mais que o Salgueiro (10 a 8) e por isso precisa apenas de um empate para seguir vivo. Porém, caso alcance o objetivo, o Náutico não deixará a 4ª colocação. Sendo assim fará a semifinal contra o Sport, sendo mandante no jogo de ida e visitante na volta.

Quando o Náutico ficou fora do G4
1997 - 6º
1932 - 5º
1928 - 6º
1927 - 6º 
1925 - 6º 
1924 - 6º 
1923 - 6º 
1922 - 4º 
1921 - 5º 
1920 - 6º 
1918 - 5º
1917 - 7º
 
Fonte: Super Esportes. 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker