Página inicial
 
Mural de recados
26.05 | marcelo
Concordo plenamente com voce paulo esses reporteres das radios de caruaru sao do ...
26.05 | Davi
Infelizmente o editor desse blog não publicou meu comentário, so sei de uma cois ...
26.05 | Patativa
É verdade Paulo alvinegro excelente o seu comentário você estar de parabéns. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/03/2015
20h51 | esportes - Náutico
Náutico -> Lisca indica mudança para um esquema mais ofensivo para o clássico contra o Sport
Oferecimento: Central Imobiliária Caixa Aqui
Se não estiver preparando uma surpresa para o Sport, Lisca deve mesmo abandonar o esquema com três zagueiros para o clássico deste domingo, na Arena Pernambuco. Na tarde desta sexta-feira, o técnico comandou um trabalho tático onde armou a equipe titular no 4-3-3. Com dois desfalques sérios em seu sistema defensivo e precisando da vitória sobre o rival, não seria de se espantar se o Timbu adotasse uma postura mais ousada. Mas vale lembrar que o comandante alvirrubro decidiu realizar o treino do sábado - o último antes do jogo - com os portões fechados.

Com os desfalques de Flávio e Elivelton, as opções de Lisca diminuíram drasticamente. Para manter o esquema com três zagueiros, ele precisaria improvisar alguém no setor ou então, a promover a estreia de atletas que acabaram de subir da base. Por outro lado, a falta de tempo para treinar uma possível mudança também é um empecilho a ser considerado e poderia justificar a manutenção da estratégia. “Estou indo para o 15º dia de clube e indo para o meu quinto jogo. Com uma viagem para o Sertão no meio”, reclamou Lisca. “É difícil testar dessa forma. Não tenho o privilégio de praticar, mostrar, aprimorar e executar. É muito na conversa com os membros da comissão técnica”, acrescentou.

O técnico, porém, reconhece que para repetir a proposta utilizada nas vitórias sobre Moto Club e Serra Talhada precisaria assumir um risco muito grande. “É difícil pensar em jogar com uma linha de cinco tendo de contar com jogadores que acabaram de subir para o profissional”, disse, fazendo referência aos pratas da casa Felipe Gabriel e Dimas. “Talvez, Niel (volante), improvisado poderia dar conta. Mas não é o momento ideal para colocar os meninos”, ponderou.

Depois de uma demorada conversa com o elenco, Lisca comandou um trabalho tático onde armou a equipe titular num 4-3-3: Júlio César; Guilherme, Diego, Welton Felipe e Gaston; João Ananias, Fillipe Soutto e Anderson Preto; Bruno Alves, Renato e Josimar. No decorrer da atividade, trocou Renato por Patrick Vieira, Josimar por Ronny e Anderson Preto por Pedro Carmona. Destas, só a primeira mudança poderia ser observada para o começo do clássico, já que Ronny e Carmona ainda não têm condições de jogar os 90 minutos.

Pouco depois da atividade, a assessoria de imprensa informou que o técnico decidiu fechar os portões do CT Wilson Campos para comandar um treino secreto na manhã deste sábado.
 
Do Super Esportes PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker