Página inicial
 
Mural de recados
27.04 | Givaldo
Esse tal de Patativa devia mudar o nome para Urubu, esse desgraçado só faz corta ...
27.04 | Patativa
Meu Deus isso foi mostrado e um gramado ou um chiqueiro ...
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
12/03/2015
12h10 | esportes - Copa do Nordeste
Copa do Nordeste - Sem grande atuação, Náutico vence Moto Club por 1x0 e só depende de si na Competição
CLIQUE e CONFIRA.

 

A muito custo, o Náutico conseguiu melhorar sensivelmente sua situação na Copa do Nordeste. De esquema novo, mas com erros antigos, o Timbu encerrou o jejum de cinco partidas sem vitórias e superou o Moto Club por 1 a 0 na Arena Pernambuco, se isolando na liderança do Grupo C da competição. Com isso, os alvirrubros vão para a última rodada dependendo somente de si para avançar às quartas de final. O último compromisso da fase de grupos é com o vice-líder Salgueiro, na próxima quarta, no Cornélio de Barros. Antes disso, o time encara o Serra Talhada, pelo Pernambucano.

A mudança no esquema tinha por objetivo uma evolução no padrão de jogo alvirrubro. Do 3-5-2 (com variações para o 3-4-3) Lisca esperava um time mais compacto e com uma transição mais rápida da defesa para o ataque. Porém, talvez pela falta de tempo para treinar a nova formação, os alvirrubros batiam cabeça no posicionamento e não conseguiam ao menos construir situações de gol.

Tanto que a única chance real do Timbu saiu somente aos 41 minutos, quando Bruno Alves desperdiçou um contra-ataque ao optar por finalizar travado com o marcador ao invés de servir Hélder, que entrava sozinho na área. O Moto, por sua vez, tentou explorar os vacilos do sistema defensivo do Náutico que em vacilos de Hélder e depois de Flávio quase permitiu que os maranhenses abrissem o placar.

 

 Diante da inoperância de seu time na etapa inicial, Lisca promoveu uma mudança, colocando o atacante Renato na vaga do volante Hélder. E logo na primeira chance que teve, o prata da casa mostrou que briga pela titularidade. Em investida pela direita, ele se livrou do marcador, invadiu a área e tocou com categoria no canto direito do goleiro Raniere  - o primeiro gol dele na Copa do Nordeste e o quarto na temporada.


Com a vantagem no placar, os alvirrubros seguiram pressionando, mas desperdiçavam as chances em finalizações e passes errados que tiraram Lisca do sério. Da beira do gramado, o técnico vociferava e gesticulava intensamente com seus comandados. Mas, apesar de Vavá ter acertado a trave de Júlio César, o Náutico conseguiu segurar o resultado até o fim.


Ficha do jogo
Náutico 1
Júlio César; Elivelton, Welton Felipe e Flávio; Guilherme, João Ananias, Fillipe Soutto, Hélder (Renato, no intervalo) e Gaston; Bruno Alves (David, aos 20’ do 2ºT) e Josimar (Anderson Preto, aos 42’ do 2ºT). Técnico: Lisca.

Moto Club 0
Raniere; Edson Pacujá, Luís Fernando, Rodolfo e Rodrigo; Davyd (Davyson, aos 30’ do 2ºT), Felipe Dias, Wanderley e Ideilson; Fagner (Rhaylan, aos 8’ do 2ºT) e Vavá. Técnico: Filinto Holanda.

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata.
Árbitro: Ítalo Medeiros de Azevedo (RN).
Assistentes: Lorival Cândido das Flores (RN) e Otávio Correia de Araújo Neto (AL).
Gol: Renato (aos 6’ do 2ºT).
Cartões amarelos: Fágner, Davyd, Rodolfo e Felipe Dias (MOT).
Público: 1.447.
Renda: R$ 13.895,00.
 
Do Super Esportes 
Foto: Ricardo Fernandes/DP Press 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker