Página inicial
 
Mural de recados
29.05 | williams
Parabéns ao Central pela vitoria e a Tv Criativa pela transmissão do jogo, que e ...
29.05 | Davi
Caro chico bela rosa,a questão aqui não é ser pessimista, é a realidade agora pa ...
29.05 | ALCINDO PM
GENTE ...O CENTRAL TEM O TERCEIRO MAIOR PATRIMÔNIO DO ESTADO...AGORA SÓ PRECISA ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/03/2015
12h00 | esportes - Copa do Nordeste
Copa do Nordeste - Náutico decepciona mais uma vez na Arena PE. Timbu ficou apenas no empate de 3x3 com o Piauí
A vitória era uma obrigação. O Náutico, entretanto, voltou a decepcionar sua torcida, ampliando a crise que culminara com a demissão de Moacir Júnior. Com uma proposta diferente, o Timbu até conseguiu ser um time mais compacto, mas voltou a bater cabeça de maneira grotesca e cedeu o empate por 3 a 3 com a fraca equipe do Piauí. Com o resultado, os alvirrubros seguem na segunda colocação do Grupo C, aumentando a pressão sobre o elenco. O próximo compromisso é pelo Pernambucano. O adversário do domingo, também na Arena Pernambuco, é o Central.

Não há como negar que Levi tentou dar uma cara diferente ao Náutico. Apesar de pouco tempo para treinar, ele trocou o 4-4-2 que vinha sendo utilizado por Moacir por um 4-1-4-1 com João Ananias na proteção da zaga e Patrick Vieira centralizado como um falso 9. A mudança surtiu parte do efeito desejado. Sem dúvida, o time ficou mais compacto, com Helder e Fillipe Soutto fazendo a transição da defesa para o ataque. Entretanto, os alvirrubros batiam cabeça, desperdiçando, uma a uma, as chances criadas.

Aproveitando também a fragilidade da equipe do Piauí, o Timbu pressionou durante boa parte do primeiro tempo, criando pelo menos quatro chances claras. Três delas desperdiçadas por Renato e uma por Patrick Vieira. Aos poucos, os piauienses passaram a acreditar que poderiam aproveitar os espaços do sistema defensivo alvirrubro e por pouco não foram para o intervalo com a vantagem no placar. Com Júlio César fora da barra, Dalton tentou por cobertura, mas mandou a bola pela linha de fundo.
 
 No segundo tempo, o jogo ganhou ares de drama. Certos de que era preciso adotar uma postura diferente, o Náutico se lançou de maneira mais agressiva ao ataque, deixando o jogo mais aberto. Em jogadas semelhantes, Guilherme serviu Patrick Vieira duas vezes, deixando o Timbu com uma boa vantagem. Mas o sistema defensivo alvirrubro voltou a bater cabeça, transformando o que poderia ser uma vitória segura numa partida perigosa. Os alvirrubros venciam por 3 a 1 até os 34 do segundo tempo, quando Cláudio diminuiu. Aos 40, o mesmo Cláudio deixou os 698 herois que compareceram à Arena atônitos. Em nova falha da zaga, o atacante deixou tudo igual: 3 a 3.

Náutico 3
Júlio César; Guilherme, Diego, Elivelton e Gaston; João Ananias, Fillipe Soutto, Helder Ribeiro e Bruno Alves (Jefferson Nem, aos 27’ do 2ºT); Renato (João Paulo, aos 40’ do 2ºT) e Patrick Vieira. Técnico: Levi Gomes (interino).

Piauí 3
David; Jorginho, Bruno Ernandes, Rafael Negrão e Tiaguinho; Dalton, Leís (Dênis, aos 14’ do 2º T), Binha e Darley (Cláudio, aos 15’ do 2ºT); Phabollo (Agostinho, aos 28’ do 2ºT) e Silas. Técnico: Marcão (interino).

Ficha de jogo
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata.
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB).
Assistentes: Márcio Freire Lopes (PB) e Rondinelle dos Santos Tavares (PB).
Gols: Patrick (aos 5’ e aos 18’ do 2ºT), Pablo (aos 24’ do 2ºT), Fillipe Soutto (aos 31’ do 2ºT) e Cláudio (aos 34’ e aos 40’ do 2ºT)
Cartões amarelos: Darley e Agostinho (PIA). 
Público: 698.
Renda: R$ 8.835,00
 
Do Super Esportes 
 
Foto: Paulo Paiva/DP Press 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker