Página inicial
 
Mural de recados
24.04 | Fabio
Obg torcida centralina! Se Deus quiser esse título virá para o interior. ...
24.04 | George Luís
Sou Centralino de Coração, apaixonado pela Patativa do Agreste, mas sem dúvidas, ...
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/11/2014
07h56 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Com Arena Pernambuco vazia, Náutico supera marasmo e vence Luverdense com gol de Sassá: 1x0
CLIQUE E CONFIRA.
Do Super Esportes 
 
Os pouco mais de 1.500 torcedores alvirrubros que estiveram na tarde deste sábado, na Arena Pernambuco, certamente foram ao estádio por guardarem consigo alguma esperança no acesso. E devem ter saído um pouco mais confiantes. Jogando o suficiente para vencer, o Náutico bateu a Luverdense por 1 a 0 e chegou aos 49 pontos - a cinco do Ceará, que abre o G4 (ainda sem contabilizar o jogo do Boa Esporte, que fecha a rodada). O Timbu foi superior durante quase toda a partida, perdeu um festival de oportunidades ao longo do jogo e acabou sendo contemplado aos 35 minutos do segundo tempo com um gol de Sassá.
 

O Náutico volta a campo na próxima terça-feira, contra o Oeste, em Itápolis. Na sequência, o Alvirrubro ainda terá mais dois jogos para finalizar a série B: América-RN, novamente fora de casa, e Ponte Preta, no Recife. Mesmo que vença as três partidas restantes, o Timbu teria que contar com uma complicada combinação de resultados para conseguir o acesso à Série A. A possibilidade matemática, porém, existe e os atletas insistem em garantir que acreditam.

O jogo

O Náutico abusou de perder gols no primeiro tempo. Somente Bruno Furlan perdeu quatro oportunidades, duas delas de maneira imperdoável. Não em vão os poucos torcedores que foram ao jogo não perdoaram e vaiaram a equipe na saída para o intervalo. Mas poderia ter sido bem diferente. Mesmo sem apresentar um bom futebol, o Timbu se mostrou mais disposto que a Leverdense. Lançou-se ao ataque e acumulou inúmeras chances. Não fosse a pontaria desastrosa dos atacantes, teria saído pelo menos com a vitória mínina na etapa inicial.

Aos 14 minutos, Furlan apertou saída de jogo do adversário, tomou a bola e serviu Crislan. Sozinho, na pequena área, o atacante mandou para fora. Retraída, a equipe de Mato Grosso segui sendo bombardeada. Furlan aos 22 e aos 26 e Paulinho aos 28 tiveram suas chances. Aos 30, o mais perto que o Náutico chegou do gol. Sassá avançou aos trancos pela esquerda e bateu cruzado, acertando a trave. No rebote, Paulinho chutou e o goleiro defendeu. Para concluir o festival, aos 43 Furlan tabelou com Vinícius e recebeu de frente para o goleiro: mandou para fora. A torcida não perdoou.

No segundo tempo, o Timbu diminuiu o ritmo, mas ainda assim seguiu melhor que a Luverdense. Aos 12, mais uma bola na trave! Vinícius, de falta, por pouco não abre o placar. Aos 28, a melhor chance matogrossense. Mizael fez grande jogada e serviu Café, sozinho, sem goleiro, que mandou para fora. Aos 35, enfim, o gol. Sassá recebeu lançamento de Bruno Furlan, ganha disputa com a zaga e testou para as redes. Era o gol da vitória e da ponta de esperança timbu no acesso.

Ficha do jogo 

Náutico 1
Júlio César; David (Rafael Cruz), Luiz Alberto, William Alves e Gaston Filgueira; João Ananias, Paulinho e Vinícius; Crislan (Renato), Furlan e Sassá. Técnico: Dado Cavalcanti.

Luverdense 0
Tomazella; Jean Patrick, Júlio Terceiro, Paulinho e Edinho; Carlão, Samuel (Café), Felipe Alves (Washington) e Gilson; Misael e Léo (Mateus Lima). Técnico: Maico Gaúcho.

Estádio: Arena Pernambuco. Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI).
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE). Gol: Sassá (aos 35’ do 2ºT).Cartões amarelos: Vinícius (N); Jean Patrick (L). Público: 1.566. Renda: R$ 78.060,00

.
 
 
 
eXTReMe Tracker