Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
21.08 | MARCOS LEITE
FALAR EM TABELA DA SEGUNDONA VICTOR HUGO, PELA LEI TEM Q DIVULGAR 60 DIAS ANTES ...
21.08 | júnior
já pensou se não tivesse vaidade,e todos se unir-se como seria maravilhoso para ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
21/10/2014
15h33 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Boa Esporte 1x0 Náutico - Com rodada favorável, Vinícius é expulso com nove minutos e timbu é derrotado pelo Boa
CLIQUE E CONFIRA.
Os resultados dos primeiros jogos da noite animaram os alvirrubros. As derrotas de Vasco, Avaí e Ceará forneceram uma nova chance de o Náutico diminuir a diferença para o G4. Entretanto, o Timbu voltou a desperdiçar a oportunidade de encostar na parte de cima da tabela. Com um a menos desde o início do jogo, os comandados de Dado Cavalcanti não tiveram força para fazer a sua parte e foram derrotados por 1 a 0 pelo Boa Esporte. Com isso, a vaga para a Série A passa a ser uma meta praticamente impossível de ser alcançada. O próximo compromisso é com o Atlético-GO, na Arena Pernambuco.

Como se já não houvesse problema suficiente para administrar, o Náutico viu sua estratégia cair por terra logo aos nove minutos de jogo. Depois de receber um cartão amarelo por reclamação, o meia Vinícius xingou o árbitro Antônio Denival de Morais e acabou sendo expulso. Esfacelado pelas ausências de jogadores como Sassá, Crislan (suspensos) e Tadeu (dispensado por indisciplina) e sem seu principal articulador, o Timbu não conseguia levar perigo à equipe do Boa Esporte.

Atordoado, o Timbu passou a ser pressionado em sua intermediária, e aos 17 minutos, o time de Varginha chegou ao seu gol. Com um passe preciso, Clébson lançou Romão, que deixou Renato Chaves para trás com um drible de corpo e finalizou na saída de Júlio César. De maneira desordenada, os alvirrubros até buscaram o empate, mas desceram para o vestiário em desvantagem numérica e no placar.

Impelido a buscar a virada em nome do sonho do acesso, o Náutico partiu para cima do Boa Esporte, invertendo o domínio das ações entre as intermediárias. Na base da velocidade, o Timbu procurava seu gol, principalmente em jogadas pelas laterais. Faltava, porém, mais força para uma conclusão mais eficiente das chances criadas. Em contrapartida, com a postura mais voltada para o ataque, o Timbu cedeu espaço em seu sistema defensivo, fornecendo algumas oportunidades ao adversário. Não fossem as boas defesas de Júlio César, o placar poderia ter sido mais elástico.


Boa Esporte 1
João Carlos; Tinga, Thiago Carvalho, Ciro e Marinho Donizete; Vinícius Hess, Wellington, Tomas e Clébson (Diego, aos 20’ do 2º T); Romão (Franci, aos 30’ do 2º T) e Fernando Karanga. Técnico: Nedo Xavier.

Náutico 0
Júlio César; Neílson, William Alves, Renato Chaves e Raí; João Ananias, Paulinho e Cañete (Marcos Vinícius, aos 34’ do 2º T); Bruno Furlan, Leleu (Hélder Ribeiro, aos 32’ do 2º T) e Vinícius. Técnico: Dado Cavalcanti

Local: Estádio Dilzon Melo, em Varginha-MG. Árbitro: Antônio Denival de Morais (PR). Assistentes: Marcos Rogério da Silva (PR) e Luiz Santos Ernesto (PR). Gol: Romão (aos 17’ do 1º T). Cartões amarelos: Tomas, Tinga (B), Paulinho e Marcos Vinícius (N). Expulsão: Vinícius (N)
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker