Página inicial
 
Mural de recados
27.06 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Viramos de forma Melancólica e Triste a última página do Fu ...
27.06 | joel gomes
Acho o central deve investi nas categorias de base .também vender esse campo e ...
27.06 | VITOR HUGO
O NÁUTICO VAI TER ELEIÇÃO DIA 15 D JULHO, TIMBU VAI VOLTAR PROS AFLITOS A 6 KM D ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/09/2014
08h00 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Náutico 1x2 Joinville - Timbu volta a perder na Arena PE
Clique e Confira.

Desta vez não deu para o Náutico segurar um dos quatro integrantes do G-4 da Série B. O Joinville controlou o jogo, foi melhor em campo e bateu o Timbu por 2×1, nesta terça-feira, na Arena PE, pela 23° rodada da Série B.  Não deu também para segurar o atacante Edigar Junio, autor dos dois gols do JEC. Sassá fez o tento alvirrubro. Esta foi a quarta derrota em casa, sendo três na Arena PE (Vasco, Boa Esporte e Joinville) e uma nos Aflitos (Avaí).

A equipe de Dado Cavalcanti não encontrou espaços na boa defesa adversária, dependeu muito do setor de criação mas a noite reservou outra má atuação dos meias Cañete e Vinícius. Com a vitória o time de Santa Catarina reassumiu a liderança da competição com 43 pontos aproveitando-se do tropeço do Avaí na Ressacada com o Sampaio Correa. Já o Náutico estacionou na sétima posição com 34 pontos. Na próxima rodada, o Timbu enfrenta o Vasco em São Januário, enquanto o JEC o Atlético-GO na Arena Joinville.

O jogo

O jogo começou com muita marcação das duas equipes. O JEC segurou atrás nos primeiros minutos e viu o Náutico ter a posse de bola. Mas o Timbu não transformou em chances de gol e tomou o gol na primeira investida do Joinville. Aos 10 minutos Edigar Junio aproveitou o mal posicionamento da defesa e abriu o placar.

Mas, a festa catarinense na Arena demorou pouco, dois minutos depois Sassá aproveitou o passe de Renato Chaves, entrou na área e tocou com tranquilidade no canto esquerdo de Ivan. Os dois times continuaram ofensivos e o jogo ficou emplgante com chances nos dois lados. Quando os donos da casa chegavam ao ataque, o JEC respondia com contra-ataques rápidos.

O Náutico também usou desta estratégia mas ninguém estava conseguindo ampliar o marcador, as defesas estavam bem postadas. Quando tudo indicava para um empate no primeiro tempo, eis que apareceu novamente o veloz Edigar Junio. Aos 44, ele usou de sua rapidez para se antecipar no escanteio e tocar de cabeça, sem chances para Júlio Cesar, que ficou parado no gol.

Na segunda etapa Dado Cavalcanti resolveu tirar aqueles que não foram bem em campo. Primeiro saiu Cañete, vaiado por parte da torcida. Marinho entrou e logo arrumou confusão em campo. Tudo porque o atacante teve a oportunidade de devolver a bola para o JEC mas preferiu chutar ao gol, para revolta dos catarinenses.

O árbitro amarelou Marinho por não ter obedecido o fair play. Quando o jogo recomeçou, Dado mexeu outra vez, Marcone saiu e o jovem Guilherme entrou.  Mesmo assim, o time não encontrou espaços, tentou jogar pelo meio, mas Anselmo e Washington, volantes do JEC, fecharam bem a defesa.

O técnico Hemerson Maria colocou o time ainda mais na retranca, tirou o lateral-direito Murilo e colocou Guti, mais forte na marcação que o camisa 2. Dado então mudou pela última vez, Vinícius saiu para a entrada de Bruno Furllan. Nenhum dos três que suplentes foram bem em campo, principalmente Marinho que teve tempo para tentar resolver a partida a favor do Alvirrubro.

Aos 44 minutos o goleiro Ivan foi atingido por Crislan. O camisa 1 caiu desacordado e o jogo ficou paralisado por três minutos. Quanto a bola voltou a rolar, o Náutico foi na base do abafa e não encontrou o gol.

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO X JOINVILLE

Náutico: Júlio César; Rafael Cruz, William Alves, Renato Chaves e Roberto; Elicarlos, Marcone (Guilherme), Vinícius (Bruno Furllan) e Cañete (Marinho); Sassá e Crislan. Técnico: Dado Cavalcanti.

Joinville: Ivan; Murilo (Guti), Bruno Aguiar, Thiago Medeiros e Rogério; Anselmo, Washington, Everton e Marcelo Costa; Jael e Edigar Junio (Hugo). Técnico: Hemerson Maria.

Série B (23ª rodada). Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento – AL. Auxiliares: Pedro J Santos de Araujo e Otávio Correia de Araujo Neto (ambos de Alagoas). Cartões

amarelos: Náutico – Marinho ; Joinville – Murilo. Gols: Náutico – Sassá ( aos 12 minutos do primeiro tempo); JEC – (Edigar Junio, aos 10 e aos 44 minutos do primeiro tempo). Público: 8.653. Renda: R$  208.340

Do Blog do Torcedor 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker