Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
21.08 | MARCOS LEITE
FALAR EM TABELA DA SEGUNDONA VICTOR HUGO, PELA LEI TEM Q DIVULGAR 60 DIAS ANTES ...
21.08 | júnior
já pensou se não tivesse vaidade,e todos se unir-se como seria maravilhoso para ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/08/2014
10h00 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Inspirado, Náutico vence e convence na estreia do técnico Dado Cavalcanti: 2x0 no Luverdense
Clique e Confira.
Não vamos desistir do Brasil.” A frase escolhida para homenagear o ex-governador Eduardo Campos estampava o uniforme do Náutico no complicado encontro com o Luverdense. Parecia também inspirar os alvirrubros a continuar acreditando na necessária reação que o time precisa alcançar nesta Série B. Na estreia do técnico Dado Cavalcanti, o Timbu finalmente apresentou uma evolução em seu desempenho e voltou a vencer após duas rodadas. Mais do que os três pontos, o 1 a 0 promete garantir dias de calmaria no clube. O próximo compromisso é com o Oeste, na terça-feira, na Arena Pernambuco.

A formação e a estratégia não eram as únicas novidades no Timbu. Como costuma ocorrer em casos assim, a troca de comando parece ter dado uma injeção de ânimo nos jogadores. Além disso, o técnico Dado Cavalcanti provou que, de fato, conhecia bem a estratégia do adversário desta tarde - antes da partida, ele reafirmou conhecer o Luverdense, que treinou em 2012, melhor que o próprio Náutico.

Mais acesos e atentos às recomendações que vinham da direção do banco de reservas, os alvirrubros aplicavam uma boa marcação com duas linhas entre as intermediárias e conseguia controlar o ímpeto do Luverdense. E aos 19 minutos, a estrela do novo treinador começou a brilhar. Há um mês no elenco, Crislan não teve chances com Sidney Moraes. E logo em sua estreia, o atacante contou com o vacilo do goleiro Gabriel Leite para marcar um belo gol por cobertura.

O Luverdense voltou do vestiário disposto a surpreender o Náutico. Com duas mudanças, o técnico Júnior Rocha pretendia impôr uma blitz inicial, mas o Timbu manteve a tranquilidade e, aos poucos, passou a explorar os espaços no sistema defensivo adversário para tentar decidir o confronto. Não demorou para a estratégia surtir o efeito desejado. Num rápido contra-ataque, Sassá foi lançado pela esquerda e tocou na saída de Gabriel Leite, decretando o 2 a 0 que persistiu até o fim. Com o resultado, os alvirrubros, que entraram na rodada ameaçados de entrar na zona de rebaixamento em caso de tropeço, voltaram a se distanciar do Z4. 

Luverdense
Gabriel Leite; Michel, Zé Roberto, Renato e Paulinho; Jean Patrick, Washington (Lê, aos 14’ do 2º T), Gilson (Júlio Terceiro, no intervalo) e Samuel (Rubinho, no intervalo); Misael e Reinaldo. Técnico: Júnior Rocha

Náutico
Júlio César; Rafael Cruz, Mario Risso, Renato Chaves (Flávio, aos 33’ do 2º T) e Roberto; João Ananias, Paulinho e Vinícius; Sassá (Marcone, aos 40’ do 2º T), Crislan (Raí, aos 26’ do 2º T) e Tadeu. Técnico: Dado Cavalcanti.

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá.
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC).
Assistentes: Neuza Ines Black (Fifa-SC) e José Roberto Larroyd (SC).
Gols: Crislan (aos 19’ do 1º T) e Sassá (aos 7’ do 2º T).
Cartões amarelos: João Ananias, Mario Risso, Rafael Cruz (Náutico).
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker