Página inicial
 
Mural de recados
19.10 | Antonio do Salgado
Respondento a Paulo. Meu chefe a diretoria é nova no clube, mais os funcionár ...
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
31/05/2014
18h24 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Longe de casa, Náutico vence o América-MG por 3 a 1 e se distancia do Z4
Clique e Confira.
Foi distante da torcida que o Náutico voltou a vencer no Brasileiro da Série B, após duas derrotas. Ontem, em Muriaé, interior mineiro, o Timbu desbancou o líder da competição. Venceu o América-MG por 3 a 1, com a equipe apresentando, o que há muito não se via, um futebol consistente, com jogadas de linha de fundo e contra-ataques. Agora, o Náutico aparece com 11 pontos e na 10ª colocação. Na próxima terça-feira, o Náutico enfrenta o ABC-RN, fora de casa. 

A pressão do América-MG começou logo nos primeiros minutos de jogo. Mas diferentemente do que vinha ocorrendo com Náutico nas rodadas anteriores, o Náutico não se encolheu lá trás. Quando tinha a posse de bola, saia em velocidade para o ataque. O time mineiro apresentou mais opções de ataque, com Ricardinho e Obina. Este último, por sinal, saiu precocemente do jogo. Sofreu uma fratura no pé e foi direto para o hospital de ambulância.

O Timbu lucrou com a saída do inquieto Obina. Por outro, porém, o América tinha Andrey Girotto que por duas vezes assustou o goleiro Alessandro, colocando bola na trave. Júnior Negão, substituto de Obina, também desperdiçou chances de abrir o marcador. 

Depois dos 25 minutos iniciais, a equipe pernambucana se soltou mais. Aos 27min, Leleu invadiu a área, passou a bola para a perna esquerda e chutou rasteiro. O goleiro Matheus espalmou a bola, que bateu na trave direita. O América devolveu e carimbou a trave de Alessandro.

Só que aos 33 minutos, o zagueiro William Alves que acompanhava o desenrolar de mais um ataque 
alvirrubro, foi presenteado com a sobra da bola. De dentro da área, ele só precisou preparar o chute e fazer 1 a 0 para o Náutico. Logo o zagueiro, tão contestado, teve a tranquilidade e, de canhota, abriu o marcador. 

Aos 40min, o volante Elicarlos por pouco não ampliou o placar. Mas o estreante Roberto tratou de decretar a vantagem para o Timbu. Aos 46min, Ele encheu o pé de fora da área e o goleiro Matheus aceitou. Um frangaço, por debaixo das pernas (2 a 0). 

Começa o segundo tempo e o time do Náutico, no embalo do final da etapa inicial, faz mais um. Desta vez com Vinícius, depois de aproveitar uma jogada de Rai, que cruzou da esquerda, Leleu fez o corta-luz e Vinicius tocou para o fundo das redes (3 a 0). Aos sete minutos, William Alves fez pênalti. O experiente Mancini cobrou e diminuiu para o América-MG (3 a 1). Aos 19min, Júnior Negão entrou na pequena área com perigo e obrigou o goleiro Alessandro a fazer uma defesa com os joelhos.

Aos 30 minutos, com menos dois jogadores e a torcida deixando o estádio, o América-MG parecia acomodado com o resultado. Diferente do Náutico, que continua perseguindo o quarto gol. Mas sem afobação. Tocava a bola quando necessário e só investia nas jogadas ofensivas na boa.
 
Ficha
América-MG
Matheus; Elsinho, André, Vitor Hugo e Gilson; Leandro Guerreiro, Andrey Girotto, Pablo 
(Willians) e Mancini; Ricardinho e Obina (Júnior Negão). Técnico: Moacir Júnior

Náutico
Alessandro; Rafael Cruz, Edvânio, William Alves e Roberto; Gilmak, Elicarlos, Paulinho (Marcos Vinicius), Leleu (Giovani) e Rai (Zé Augusto); Vinicíus. Técnico: Sidney Moraes


Local: Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG) Árbitro: Vinícius Furlan Assistentes: Carlos 
Augusto Nogueira Júnior e Daniel Luis Marques (SP) Gols: William Alves, Roberto e Vinicius (N); Mancini (A) Cartões amarelos: Paulinho (N) Cartão vermelho: Gilson e Elsinho (A) Renda: R$ 42.780 Público: 3.510.
 
Do Super Esportes 
 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker