Página inicial
 
Mural de recados
29.04 | Paulo alvinegro
Gostei muito da contratação de Marcelo bonan excelente goleiro. ...
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
03/04/2014
18h14 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO = Zagueiro Leonardo Luiz quer assumir posto de líder do time alvirrubro
Clique e Confira.
Contratado para assumir o posto deixado por Luiz Alberto, o zagueiro Leonardo Luiz finalmente foi apresentado oficialmente pelo Náutico. Treinando no clube desde a semana passada, o defensor revelou estar encarando a passagem pelos Aflitos como uma grande oportunidade de crescimento profissional e não esconde o ambicioso objetivo de assumir o posto de líder do grupo dentro de campo.

A boa passagem pelo XV de Piracicaba havia despertado o interesse da cúpula alvirrubra no futebol de Leonardo Luiz. Em princípio, a ideia era tentar trazê-lo para a disputa da Série B. Entretanto, com a lesão de Luiz Alberto, o processo foi antecipado. “Luiz Alberto é um grande jogador e um grande profissional, mas eu vinha me preparando há muito tempo para esta oportunidade. Não vim para substitui-lo, mas para mostrar um bom trabalho”, ressaltou.

Apesar de ser um novato no elenco, Leonardo já mostrou personalidade e vem se destacando nos treinamentos pela capacidade de orientar os companheiros dentro de campo. “Essa liderança que eu consigo exercer foi muito incentivada por meu pai. Na base eu era muito calado, e meu pai dizia que eu tinha que falar mais. Aos pouquinhos, cheguei num estágio onde falo bastante. Oriento bastante. Sempre fui capitão das equipes por onde passei. Posicionando volantes, laterais e até o outro zagueiro que joga comigo. Dentro de campo tem que ter isso. Não vim pra cá pra ser o xerifão, mas pra ajudar o Náutico da melhor forma possível.”

O fato de ter chegado na reta final do Pernambucano parece não incomodar o zagueiro, que aos poucos, vai se entrosando. “Chegar depois no grupo é mais difícil, porque existe uma filosofia estabelecida. Quando é do começo, a gente começa a conversar pra formar esta filosofia. Mas a gente vai conversando devagarzinho pra chegar num denominador comum rapidamente”, finalizou.

Matéria do Super Esportes PE
...
 
 
 
eXTReMe Tracker