Página inicial
 
Mural de recados
24.07 | Paulo alvinegro
Parabéns Carlos pelo seu comentário. ...
24.07 | Carlos
O franco pra conversar merda,cara procure o que fazer e deixe o central em paz. ...
24.07 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Quanto a mudança de Estatuto: Creio ser bom descentralizar, ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
10/03/2014
18h13 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO -> Atacante Marinho é reintegrado ao elenco e faz planos para sua volta aos gramados
Clique e Confira.
O treino da segunda-feira reservou boas notícias ao técnico Lisca. Além do zagueiro Romário, o comandante alvirrubro ganhou outro reforço vindo do departamento médico. Recuperado de uma série de lesões musculares, o atacante Marinho foi reintegrado ao grupo e deve ficar à disposição do treinador até o fim da semana.

Diferentemente do caso de Romário, Lisca teve que quebrar a cabeça para definir o substituto de Marinho. O problema é que o atacante tem características que se encaixam perfeitamente no esquema montado pelo treinador. Sem um atleta de velocidade para atuar pelos lados do setor ofensivo, o técnico acabou optando pelas escalações de dois jogadores mais técnicos para a função: Pedro Carmona e Marcos Vinícius.

Em mais de uma oportunidade, o técnico chegou a citar a ausência de Marinho como um obstáculo que ele precisou enfrentar. “Pelo jeito que o professor gosta de jogar, a gente sabe que falta às vezes um pouco de velocidade. Quando jogamos com Carmona e Marcos Vinícius, o time ganha muita qualidade no meio, mas falta um pouco de velocidade”, analisou Marinho.

Mas, como Romário, Marinho dificilmente será escalado para o jogo com o Sergipe, pela Copa do Brasil. “Particularmente, fiquei muito chateado com essas lesões. A gente não se machuca porque quer. Fiquei muito chateado, mas também fiquei trabalhando em dois períodos para voltar o mais rápido possível. Voltei a treinar com o grupo hoje e sei que não adianta ficar ansioso. Tem que ter um pé atrás para não voltar a ocorrer situações deste tipo.”
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker