Página inicial
 
Mural de recados
24.11 | Kaio
Tbm tem q trazer o Naldinho e Caça Rato e trazer um zagueiro experiente ...
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
04/02/2014
21h47 | esportes - COPA DO NORDESTE
NORDESTÃO -> Náutico fica no 1x1 com o Botafogo-PB e ainda alimenta chances de classificação
Clique e Confira.

Se não vai na qualidade, tem que ir na vontade. Esse foi o lema do Náutico no duelo contra o Botafogo-PB, na noite desta terça-feira, no Almeidão, em João Pessoa (PB), em jogo atrasado da Copa do Nordeste. O Timbu sentiu o desgaste físico, principalmente no segundo tempo, e teve que puxar forças de onde não tinha para sair com o empate de 1x1. Doda abriu o placar para o Belo, enquanto Hugo igualou para os alvirrubros.

Com o placar, o Náutico segue sem vencer no Nordestão. Já são três jogos seguidos sem vitórias. O Alvirrubro está em terceiro no Grupo D da competição e precisa vencer o Guarany de Sobral, fora de casa, por dois gols de diferença, na quinta-feira, para se classificar para a próxima fase sem depender de ninguém. Se empatar ou perder está eliminado. Já os paraibanos duelam com o Sport, na Ilha do Retiro, e só passam para o mata-mata se vencerem o Leão e o Timbu não ganhar.

O JOGO - Com duas novidades no time titular - goleiro Alessandro e o lateral-direito Helder Maurílio - o Náutico veio diferente também no estilo de jogo. Zé Mário e Pedro Carmona, que normalmente estavam atuando somente pela esquerda e pela direita respectivamente, se movimentaram mais no gramado. Por conta disso, o Timbu conseguiu maior volume de jogo. Os dois não fixaram posição e conseguiram fugir da marcação. No geral, o Alvirrubro foi melhor na partida. Só faltou caprichar melhor nas finalizações.

Carmona, por sinal, foi o jogador que teve uma das melhores chances. Foi lançado na esquerda e chutou cruzado. A bola passou perto, aos 43 minutos do primeiro tempo. O meia também foi personagem de lance polêmico da arbitragem. Ele foi derrubado na área pelo goleiro Genivaldo, mas o árbitro não assinalou pênalti para protestos do técnico Lisca.

Já o Botafogo, diferentemente do último confronto com o Náutico, na Arena Pernambuco, enfrentou problemas para sair pela meio. Isso porque os marcadores dos visitantes se anteciparam bem à saída de bola do adversário. As melhores chances do Belo vieram apenas de jogadas individuais e de chutes de longa de distância. Em um deles, Pio obrigou Alessandro a fazer boa defesa.

Quando o Belo conseguiu colocar a bola no chão e encontrou maior facilidade contra a marcação do Timbu, levou mais perigo. Tanto que chegou ao seu gol. Doda aproveitou rebatida errada do zagueiro William Alves e ficou na cara de Alessandro, que ainda tentou tocar na bola, mas não conseguiu impedir que a redonda fosse para o fundo das redes.

Curiosamente, o Botafogo-PB diminuiu o ritmo com a vantagem, talvez sentindo o desgaste da maratona de jogo, que também era sentida pelo Timbu. Com isso, o jogo ficou feio com muitos erros de passe em ambos os lados. As chances também foram poucas tanto para os paraibanos ampliarem o marcador como para o Alvirrubro empatar.

Dentro deste paronama, tudo levava a crer que um gol, seja para quem fosse, só iria sair mais pela vontade do que pela inspiração. E foi assim aos 20 minutos da etapa complementar. Pedro Carmona acreditou em jogada na direita e cruzou para Hugo igualar a partida.

Nos minutos finais, os donos da casa pressionaram, mas aí Alessandro soube segurar a igualdade até o fim do jogo.

FICHA DO JOGO - BOTAFOGO-PB 1X1 NÁUTICO

Botafogo-PB - Genivaldo; Ferreira, Magno Alves, Everton e Celico; Zaquel, Pio, Doda e Lenílson (Thiaguinho); Frontini (Warley) e Rafael Aidar (Cleo Paraense). Técnico: Marcelo Villar.

Náutico - Alessandro; Helder Maurílio (João Ananias), William Alves, Flávio e Gerley; Possebon, Yuri(Gustavo) e Elicarlos; Zé Mário (Paulo Júnior), Pedro Carmona e Hugo. Técnico: Lisca.

Copa do Nordeste. Local: Estádio Almeidão, João Pessoa (PB). Árbitro: Suelson Diorgenes de França (RN). Auxiliares: Ubiratan Bruno Viana e Francisco Jaílson (ambos do RN). Gols: Doda (B) aos 7 e Hugo (N) aos 20 minutos do segundo tempo. Amarelos: Yuri (N), Magnos Alves (B), Gerley (N), Alessandro (N), Doda (B) e Thiaguinho (B). Público: 8.480. Renda: R$ 88.550.

Do Blog do Torcedor


...
 
 
 
eXTReMe Tracker