Página inicial
 
Mural de recados
29.05 | williams
Parabéns ao Central pela vitoria e a Tv Criativa pela transmissão do jogo, que e ...
29.05 | Davi
Caro chico bela rosa,a questão aqui não é ser pessimista, é a realidade agora pa ...
29.05 | ALCINDO PM
GENTE ...O CENTRAL TEM O TERCEIRO MAIOR PATRIMÔNIO DO ESTADO...AGORA SÓ PRECISA ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/12/2013
13h03 | esportes - NÁUTICO
NÁUTICO > Marcelo Martelotte nega acerto com Atlético-GO e comemora ´combustível` para futuro
Clique e Confira.
Pouco antes do duelo contra o Corinthians, o técnico Marcelo Martelotte não estava tão confiante na permanência do Náutico: foram 12 jogos sem vencer e o treinador dava total razão ao Timbu caso o clube não renovasse seu contrato. Neste panorama, surgiu a informação de que Martelotte teria fechado um acordo com o Atlético-GO. Depois de vencer o Timão por 1 a 0 e dar um gás - ainda que diminuto - asua passagem no Alvirrubro, o técnico negou o acerto, mas confirmou a sondagem.

"Ainda terei uma reunião com a diretoria para decidirmos o que é melhor para o futuro, meu e do Náutico. Não tenho nada certo com o Atlético-GO. O que posso dizer é que meu contrato encerra agora e, nos próximos dias, acho que o mais importante é descansar depois desse ano, principalmente a cabeça, porque foi muito difícil", contou Martelotte. "Houve sim uma sondagem do Atlético, mas não só do Atlético. Por enquanto, não sei se isso muda algo mas sei que a vitória foi importante para a história do clube", acrescentou.

Para Martelotte, a sequência de 12 derrotas foi um dos fatos que mais afetou o Náutico. Segundo o treinador, a alegria de uma vitória é importante para motivar a equipe, mas os alvirrubros acabaram se acostumando a não tê-la e, de certa forma, se acomodaram. "Precisávamos desse sabor de uma vitória, que é o combustível para qualquer pessoa que trabalha com futebol. Acho que a sequência de derrotas ocasionou essa falta de motivação. Por mais que não mudasse mais nada, essa vitória é importante para a continuidade da carreira desses jogadores", afirmou.

Até agora, nenhuma chapa que concorre à presidência Timbu mostrou interesse em renovar o contrato de Martelotte. Para ele, é normal, já que teve uma sequência negativa e não tem acordos extra-oficiais com nenhum dos concorrentes. "Não acho que seja errado. Se tem uma palavra que não pode ser usada é injustiça. Não tenho nenhum acerto com nenhuma das chapas, então não tenho como saber o que elas planejam, mas não acredito que haja injustiça", concluiu.
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker