Página inicial
 
Mural de recados
29.04 | Paulo alvinegro
Gostei muito da contratação de Marcelo bonan excelente goleiro. ...
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
07/12/2013
20h40 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A > Náutico vence o Corinthians (1x0) e evita a pior campanha da era dos pontos corridos
CLIQUE E CONFIRA.
No jogo de despedida do Náutico no Campeonato Brasileiro da Série A, uma vitória para evitar a pior campanha da era dos pontos corridos, dar uma alegria ao torcedor que foi ver o seu time na Arena, e para terminar o ano com tres pontos conquistados, coisa que não acontecia há 13 rodadas, quando o time venceu a Ponte Preta fora de casa. 

O gol de Derley, um dos mais criticados do atual elenco, aos 6 minutos do segundo tempo, seviu para pelo menos consolar os torcedores que foram ao jogo na Arena PE. Uma vitória em cima do campeão mundial, pode sim, ser o primeiro passo para começar bem o ano de 2014, e esquecer a péssima campanha que fez nesta temporada.

Pelo lado paulista, a derrota não mudou muita coisa para uma equipe que no início do ano almejava títulos como a Libertadores, Mundial de Clubes e o próprio brasileirão, e acabou se contentando com a Recopa Sulamericana e o Campeonato Paulista, duas competições importantes, mas que estão longe de ter o peso dos torneios preteridos pelos alvinegros.

Sem Tite e esperando Mano Menezes, o time paulista agora vai pensar em montar a sua equipe para o próximo ano, e brigar para voltar a conquistar os títulos que conseguiu nos últimos anos. Já os alvirrubros, voltam as suas atenções para as eleições no clube, que ocorrerão no próximo dia 15, e daí então, começar a pensar de verdade em 2014.

O jogo

Na primeira etapa, os donos da casa, mais uma vez não conseguiram se impor diante da equipe visitante, e foram dominados em boa parte do jogo, Só não tomaram o gol, porque estavam enfrentando o time com o segundo pior ataque da competição, e o que mais empata.

A primeira finalização do jogo demorou 11 minutos para acontecer. Foi com Rodriguinho do Corinthians, sem muitas opções, o meia alvinegro tentou inaugurar o marcador de longe, mas não obteve sucesso.

Aos 13, outra chance para o time paulista. Romarinho foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Pato bateu por cima. Os corintianos seguiram rondando a defesa alvirrubra.

Aos 14, falta cobrada por Pato e o zagueiro Cleber cabeceou bem, mas Berna estava atento e fez a defesa. O Náutico, com uma postura defensiva e pronto para os contra ataques, só conseguiu finalizar a gol com 16 minutos de jogo. Gustavo Henrique tentou de longe, a bola subiu muito e não assustou o goleiro do Timão. Aos 22, a chance mais clara do jogo.

O atacante Pato mostrou porque vem sendo vaiado pela torcida, após o cruzamento de Edenilson, ele ficou livre de marcação e cabeceou pra fora. A partida seguiu sem muitas emoções e amarrada no meio de campo. Quando conseguiu se desgarrar do sistema defensivo corintiano, Maikon Leite levou perigo ao gol de Danillo. Aos 29, ele aplicou uma caneta em Edenilson e finalizou, a bola passou ao lado do gol.

Em seguida, o Corinthians teve a chance de abrir o placar. Romarinho limpou a marcação e chutou por cima do gol de Berna. De novo Romarinho no ataque, aos 35, o baixinho dentro da área chutou forte, outra vez a bola subiu muito e foi pra fora.

O Náutico teve uma boa chance de abrir o placar aos 37 minutos. Maikon Leite roubou a bola de Felipe, tocou pra Morales, que limpou a defesa e deixou pra Derley. O volante alvirrubro chutou rasteiro e a bola passou perto do gol.

Na última chance de gol neste primeiro tempo, aos 44, Romarinho, o mais ativo no jogo, cruzou na cabeça de Cleber, mas Berna fez a defesa e evitou o gol.

O segundo tempo começou com o mesmo panorama do segundo. Com o Timão na pressão. Aos 4 minutos, Romarinho cruzou na cabeça de Pato, mais uma vez o atacante não foi bem na finalização e a bola ficou com Berna.

Mas, um lance aos 6 minutos mudou completamente a história do jogo. Após o cruzamento na área, Derley escorou e abriu o placar na Arena. Enfim o Náutico abria o placar em uma partida da Série A. Aos 9, o Corinthians tentou empatar com Rodriguinho, após boa trama entre Romarinho, Guilherme e o próprio Rodriguinho.

O Corinthians seguiu na pressão, mais uma vez Rodriguinho tentou chegar ao gol. Em uma boa jogada individual, ele passou por Auremir e chutou pra boa defesa de Berna, tudo isso com 19 minutos de jogo.

Os técnicos Marcelo Martelotte( Náutico) e Tite( Corinthians) promoveram algumas alterações nas equipes. No alvirrubro, o objetivo era segurar o resultado, e no alvinegro, na busca pelo empate. Túlio deu lugar a Dadá, no Náutico; e Danilo saiu para a entrada de Diego Macedo.

Aos 26 minutos, um lance curioso: Berna acusou o zagueiro Cleber, do Corinthians, de agressão em um lance na área alvirrubra. O árbitro ignorou o goleiro, e, após muita reclamação, expulsou Ricardo Berna. Restou a Marcelo Martelotte tirar um jogador de linha e para colocar Gideão na equipe. Já Tite, queimou a última substituição colocando o chinês Zizao na vaga de Edenilson.
 

Aos 31, Romarinho chegou com perigo mais uma vez, o chute de longe passou perto do gol.  A pressão corintiana seguiu no jogo, aos 41 Guilhereme cabeceou bem, mas Gideão fez uma bela defesa. Na última chance do jogo, Romarinho chutou por cima do gol. Fim de jogo na Arena e finalmente o Náutico conseguiu vencer novamente nesta Série A.
 

Ficha de Jogo

Náutico: Ricardo Berna, Auremir, Alison, Leandro Amaro e Bruno Collaço; Gustavo Henrique, Elicarlos, Derley e Tiago Real (Túlio, depois Dadá); Diego Morales( Gideão) e Maikon Leite. Técnico: Marcelo Martelotte.

Corinthians: Danilo Fernandes, Edenílson (Zizao), Cléber, Felipe e Alessandro; Ralf (Ibson) e Guilherme; Romarinho, Danilo (Diego Macedo) e Rodriguinho; Alexandre Pato.Técnico: Tite

Local: Arena Pernambuco

Árbitro: Elmo Resende da Cunha - GO,

Assistentes: Eberval Lodetti - SC e Gean Carlos Menezes de Oliveira - RR

Gols: Deley - Náutico (6min 1°T)

Cartões Amarelos: Alison e Berna - Náutico

Cartões Vermelho: Ricardo Berna
 
Do Blog do Torcedor 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker