Página inicial
 
Mural de recados
24.04 | Fabio
Obg torcida centralina! Se Deus quiser esse título virá para o interior. ...
24.04 | George Luís
Sou Centralino de Coração, apaixonado pela Patativa do Agreste, mas sem dúvidas, ...
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/10/2013
22h56 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A: Náutico é goleado pelo São Paulo e pode ser matematicamente rebaixado sábado
Clique e Confira.
São grandes as chances de o Náutico estar matematicamente rebaixado em caso de uma nova derrota na próxima rodada da na Série A. O 20º revés na competição sofrido para o São Paulo, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, por 2 a 0, já não permite que o Timbu dependa mais somente das suas próprias forças para escapar de jogar a Série B 2014. Mesmo que eventualmente venha a ganhar, a partir de agora, todos os nove jogos que lhe restam até o fim do Brasileiro (chegaria a 44 pontos). A agonia por que passa o torcedor alvirrubro, então, pode já ter dia e hora para acabar. O Náutico recebe o Santos, às 18h30 do próximo sábado, na Arena Pernambuco.

Para muitos, tal momento, inclusive, pode significar alívio. Fim da contagem regressiva para algo que todos sabem que inevitavelmente vai acontecer. O Timbu está na zona de rebaixamento desde o início da competição. Lanterna há 18 rodadas consecutivas. O vice-lanterna, a Ponte Preta, tem 29 pontos – 12 a mais que o Náutico. Difícil acreditar em algo diferente. Ainda mais vendo mais um jogo sofrível do time.

Não fosse o chute de Maikon Leite aos dois minutos de jogo para uma ótima defesa de Rogério Ceni, poderia-se dizer que o Timbu teria passado todo o primeiro tempo nulo ofensivamente. Os cinco homens escalados para povoar o meio de campo mal conseguiram conter os ataques tricolores, quanto mais chegar com algum apoio ofensivo. O Timbu resumiu-se a se defender. Sorte não ter um adversário tão inspirado pela frente. Apesar de grande vantagem na posse, o Tricolor não chegou muitas vezes com perigo à meta alvirrubra. Quando chegou, fez. Aos 30, Ademilson, sozinho na pequena área, só teve o trabalho de mandar para as redes. 

No segundo tempo o mesmo cenário: o Náutico retraído na defesa, sufocado, sem coragem (ou qualidade) de sair para o jogo. Resultado: gol do adversário. No caso, um golaço. Aos 20, Ganso driblou a zaga inteira alvirrubra e mandou no canto, com categoria. E para tornar a vitória goleada, Welliton, que tinha acabado de entrar, mandou uma bomba e fez o 3º do São Paulo. Estava sacramentado mais um capítulo da saga de vexames timbu.

Ficha do jogo

São Paulo 3
Rogério Ceni; Rafael Toloi, Edson Silva, Rodrigo Caio e Reinaldo; Wellington, Denílson (Fabrício), Maicon, Paulo Henrique Ganso (Jadson); Aloísio (Welliton) e Ademilson. Técnico: Muricy Ramalho

Náutico 0
Ricardo Berna; Derley (Diego), Alison, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Dadá (Auremir), Martinez, Tiago Real e Penã (Jones Carioca); Maikon Leite.
Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Estádio Morumbi, em São Paulo. Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO). Assistentes: Neuza Ines Back (SC) e João Patrício de Araújo (GO). Gols: Ademilson, Paulo Henrique Ganso e Welliton (SP). Cartões amarelos: Denílson, Rodrigo Caio (SP); Peña, Tiago Real (N).
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker