Página inicial
 
Mural de recados
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
22.09 | MARCOS LEITE
TAVA VENDO SITE D RECIFE, O SANTA TÁ VENDENDO BOLO D ROLO PRA AJUDAR NO CT NINHO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
07/08/2013
23h44 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A > Náutico não mostra evolução e perde para o Goiás por 2 a 1
Oferecimento: Rádio Liberdade AM (910)
Era esperada uma evolução no futebol do Náutico com a equipe tendo 10 dias de treinamentos devido ao adiamento de duas partidas no Campeonato Brasileiro. Não foi o que se viu. Com muitas falhas no setor defensivo e sem força ofensiva, o Timbu acabou derrotado pelo Goias por 2x1, ontem, no Serra Dourada. Com o resultado, o time alvirrubro se mantém na lanterna, com apenas sete pontos. No próximo sábado, o desafio será contra o Atlético-MG, campeão da Libertadores, mas que vem mal na Série A

Durante toda a partida, o Náutico atuou com os setores desagrupados e com os meias longe dos atacantes. Com isso, a ideia de explorar os contra-ataques com a velocidade da dupla Maikon Leite e Rogério, não funcionou. Tanto que em toda o primeiro tempo, foram apenas quatro finalizações na meta esmeraldina.

Além disso, a marcação alvirrubra foi frouxa. Com isso, o Goiás foi melhor durante toda a etapa. Logo aos seis minutos, o jovem atacante Paulo, de 18 anos, mandou uma bomba no travessão de Ricardo Berna. O Náutico devolveu o chute no travessão, com Derley, em cobrança de falta. Foi um lance isolado. Ao todo, os donos da casa finalizaram 15 vezes. Boa parte delas com o atacante Walter. 


O jogador mais perigoso do Goiás abriu o placar aos 26 minutos, aproveitando cruzamento da direita que cruzou toda a área alvirrubra. Por sinal, as bolas alçadas na área quase sempre um drama para a defesa timbu.No entanto, apesar de inferior na partida, o Náutico conseguiu o empate, aos 34 minutos, com Auremir, de cabeça, livre na área, aproveitando cruzamento de Tiago Real. O empate teve gosto de vitória para os alvirrubros.

O segundo tempo não mudou o cenário, com o Goiás sempre mais perigoso. E apostando nas jogadas aéreas. Logo aos quatro minutos, Renan Teixeira cabeceou forte, obrigando Ricardo Berna a se esticar e fazer bela (e difícil) defesa. Três minutos depois foi impossível defender a bomba de Walter, de fora da área, no ângulo. Golaço: 2x1.

A única boa trama do Náutico aconteceu aos 20 minutos, quando Maikon Leite tabelou com Peña e obrigou Renan a fazer boa defesa. Muito pouco.
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker