Página inicial
 
Mural de recados
22.02 | Centralino
Só me pergunto porque trouxeram esse raniere e o tal de Rafael 1 meia e 1 volant ...
22.02 | Carlos
O central joga com menos um com esse Luizão eita jogador ruim da porra. ...
22.02 | ailton
este luizão não presta e ruim de maisss ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/01/2018
09h31 | esportes - PE 2018
PE 2018 --- Santa Cruz 1x1 Vitória
Tricolor do Arruda fez sua segunda partida em 48 horas e sentiu cansaço
Menos de 48 horas após estrear na Copa do Nordeste, o Santa Cruz voltou a campo na noite desta quinta-feira no Arruda. Com apenas duas alterações na equipe, os tricolores até começaram bem o jogo. Mas não conseguiram superar o cansaço da maratona de jogos. Apesar de repetir a organização que vem se tornando marca registrada da equipe neste início de temporada, a equipe comandada pelo técnico Júnior Rocha ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Vitória, na estreia do Campeonato Pernambucano - mesmo placar do jogo contra o Confiança. 


Os corais saíram na frente com gol de Jeremias, que jogou como titular na vaga de Daniel Sobralense, machucado; o time do interior empatou com Thomas Anderson. O Santa Cruz volta a jogar novamente já no próximo domingo, quando enfrentará o América, no estádio Ademir Cunha, pela segunda rodada do Estadual.

O jogo

Chega a ser surpreendente a organização do Santa Cruz neste começo de temporada. Assim como na estreia do Nordestão, a equipe coral se mostrou uma equipe sobretudo promissora, novamente consciente das limitações técnicas para tentar fazer um jogo coletivo. Desta vez, inclusive, apresentando uma evolução em relação ao jogo contra o Confiança: o setor de criação. Além de novamente bem postado na defesa, saindo para o jogo sempre com a bola no pé - embora nem sempre com sucesso -, o time criou muitas oportunidades. No primeiro tempo, ficou com o zero no placar pelas más finalizações.


Foram muitas chances perdidas pelo Santa Cruz, que dominou a etapa inicial de ponta a ponta. Aos 5, 16 e 23 minutos, Jorginho, Arthur Rezende e Robinho finalizaram de fora da área com perigo. Aos 24, em cobrança de falta de Arthur, a bola explodiu no travessão. A melhor chance viria três minutos depois. Augusto arrancou até a linha de fundo e cruzou para Robinho que, de dentro da pequena área, mandou por cima do gol. 

A única boa chance do Tricolor da Tabocas na etapa veio aos 28. Após cobrança de escanteio, Tiago Machowski saiu muito mal e Val Paraíba subiu sozinho para perder ótima chance de gol. Mais cinco minutos e nova chance do time interiorano a partir de um erro coral. Jorginho saiu jogando errado e Thomas Anderson arrancou em contra-ataque sozinho, mas finalizou sem força. Aos 41, a última grande chance tricolor na etapa. Boa jogada de Jeremias, que foi à linha de fundo e bateu voltando na medida para Augusto. O atacante, porém, finalizou em cima de Dida, sem capricho.

egundo tempo

Na volta após o intervalo, demorou pouco para que o domínio no jogo se transformasse em vantagem no placar. Aos 9, Jeremias aproveitou chute cruzado de Paulo Henrique e mandou para as redes. A resposta do Vitória, porém, não tardou. Aos 15, Felipe Almeida cruzou e Thomas Anderson ganhou por cima de Augusto Silva, que estreava na vaga de Renato Silveira, e mandou para o gol.

Já sem o mesmo fôlego da etapa inicial e sentindo a sequência de jogos em um curto intervalo de tempo, o Tricolor passou a ficar lento em campo. Chegou a correr risco de perder o jogo em certos momentos. No fim, o empate veio com o gosto amargo de quem perdeu muitas chances na etapa inicial. 

Ficha do jogo

Santa Cruz 1
Tiago Machowski, Vítor, Augusto Silva, Genílson e Paulo Henrique; Jorginho, João Ananias e Jeremias (Robinho Mota); Arthur Rezende (Lucas Gomes), Robinho e Augusto (Anderson). Técnico: Júnior Rocha.

Vitória 1
Dida; Felipe Almeida, Fabinho Vitória, Jonatha e Léo Carioca; Wires, Juninho e Paulo Victor (David); Geovane (Dyorgenes), Thomas Anderson (Luiz Henrique) e Val Paraíba. Técnico: Fernando Lins.

Local: Arruda, no Recife.
Árbitro: Deborah Cecília Cruz Correia (PE).
Assistentes: Gilberto Freire de Farias (PE) e Charles Rosas Pires (PE).
Gols: Jeremias (9’ do 2ºT) (S); Thomas Anderson (15’ do 2ºT)
Cartões amarelos: Genilson (S); Juninho, Léo Carioca (V).
Público: 4.292
Renda: R$ 36.500,00
 
DO SUPER ESPORTES PE 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker