Página inicial
 
Mural de recados
16.01 | Anderson
Davi, Fernandinho saiu do Central e foi para o Ferroviário-CE. ...
16.01 | Ronaldo Fonseca
O Central só tem estes 8 jogadores regularizados? Preocupante. ...
16.01 | Torcedor
Esse time do Salgueiro vai brigar pra não ser rebaixado, o time é muito fraco. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/11/2017
23h03 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B - Paysandu 4x2 Santa Cruz - Partida marcou o 12º jogo seguido sem vitória do Tricolor neste Brasileiro
Rebaixado há duas rodadas, técnico demitido durante a semana, salários atrasados, ameaça de greve… Seria difícil imaginar que o Santa Cruz teria forças para evitar mais uma derrota na penúltima rodada da Segundona. Jogando contra o Paysandu, neste sábado, no estádio da Curuzu, em Belém, o Tricolor repetiu o futebol digno de Terceira Divisão e foi derrotado com facilidade por 4 a 2. Três gols de Bergson, ex-Náutico, e um de Fábio Matos, ex-Sport, decretaram a vitória do Papão, que já não aspirava mais nada na competição. Augusto e Marcílio descontaram para o Santa Cruz.

Foi 13º jogo seguido sem vitória coral no Brasileiro - em um recorte ainda mais assustador, o Tricolor só venceu um dos últimos 22 jogos. O último êxito aconteceu na 24ª rodada, em 15 de setembro, quando o time venceu Goiás no Arruda. Somando a 13ª derrota, de quebra, o Santa Cruz caiu para a vice-lanterna, com 34 pontos. Os comandados do técnico interino Adriano Teixeira encerram a melancólica participação na Série B na próxima terça-feira, contra o Juventude, no Arruda. O Paysandu enfrentará o Figueirense, fora de casa, no próximo sábado.

O jogo
Com apenas cinco jogadores no banco de reservas e um time remendado, repleto de desfalques importantes, como o atacante Grafite e o goleiro Julio Cesar, por exemplo, o Santa Cruz começou a partida à espera das ações do Paysandu. Embora fazendo um jogo burocrático nos minutos iniciais, a equipe paraense dominou a primeira etapa de ponta a ponta. Não fosse o goleiro Jacsson, o prejuízo dos 2 a 0 no intervalo seria muito maior.  

Aos 12, o atacante Bergson recebeu a bola em jogada ensaiada após cobrança de falta e arriscou de longe. Jacsson fez a primeira boa defesa. Três minutos depois, o goleiro salvou novamente quando Bergson fez o pivô para o meia Fábio Matos driblar Sandro e parar na boa saída do goleiro coral. A primeira e única chance tricolor no primeiro tempo veio aos 19 minutos.  Após cruzamento do zagueiro Bruno Silva, improvisado como lateral-direito, Halef Pitbull pegou de bate-pronto e Marcão salvou o Papão.

A dupla formada pelo ex-rubro-negro e o ex-alvirrubro seguia afinada a favor da equipe paraense. Aos 24, Fábio Matos deu bom passe para Bergson bater cruzado para mais uma grande defesa de Jacsson. Aos 27, porém, não deu para o goleiro tricolor. Bola levantada na área por Ayrton, Caion arrumou de cabeça para a entrada da área e Bergson, na pequena área, mandou para as redes. 

Não tardou para o Paysandu ampliar o placar. Dois minutos depois, Magno arrancou pelo lado direito e encontrou Fábio Matos que, sem marcação, só empurrou para o gol. Aos 45, mais uma chance dupla para o Paysandu: Caion entrou na área e bateu para mais uma defesa de Jacsson. No seguimento da jogada, Rodrigo Andrade bateu cruzado e Anderson Salles salvou em cima da linha.

Segundo tempo
Na etapa final, o Papão diminuiu o ritmo da partida. O jogo recomeçou morno. Tanto que a primeira chance de gol só veio aos 12 minutos. William Barbio, que entrara no intervalo, cruzou bem para Augusto, que apareceu como uma flecha dentro da área e, entre os zagueiros, diminuiu para o Tricolor. A felicidade coral, todavia, pouco durou. Aos 19, mais uma pane da defesa coral, que assistiu Ayrton cruzar rasteiro e deixar Bergson livre para só empurrar para as redes.

Sem se dar por vencido e honrando a camisa coral, os atletas tricolores ainda tiveram forças para encostar novamente no placar. Aos 30, Augusto fez boa jogada pela direita e ajeitou para Marcílio soltar a bomba de pé esquerdo e marcar um belo gol para o Santa Cruz. A reação, entretanto, parou por aí. Com mais um de Bergson, aos 41, o Papão sacramentou a vitória.

Ficha do Jogo

Paysandu 4
Marcão Milanezi; Ayrton, Rafael Dumas, Diego Ivo e Guilherme Santos; Renato Augusto, Rodrigo Andrade (Augusto Recife), Magno, Fábio Matos (Jhonnatan); Caion (Marcão) e Bergson. Técnico: Marquinhos Santos.

Santa Cruz 2
Jacsson; Bruno Silva, Anderson Salles, Sandro e Yuri; Wellington Cézar (Italo), Lucas Gomes e Natan (Marcílio); Augusto, Bruno Paulo (William Barbio) e Halef Pitbull. Técnico: Adriano Teixeira. 

Estádio: Curuzu, em Belém.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS).
Gols: Bergson (27’ do 1ºT, 16’ e 41’ do 2ºT) e Fábio Matos (29’ do 1ºT) (P); Augusto (12’ do 2ºT) e Marcílio (30’ do 2ºT) (S).
Cartões amarelos: Fábio Matos (P); Yuri, Augusto e Bruno Paulo (S)
Público: 6.732.
Renda: R$ 89.815,00. 
 
DO SUPER ESPORTES PE 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker