Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | MARCONDES
SERÁ Q O CENTRAL FOSSE PEDIR PRA PREFEITA DAR UMA GERAL NO CT, ELA PELO MENOS MA ...
21.09 | VICTOR HUGO
A PREFEITA É D CARUARU, MAS NÃO FAZ NADA PELOS 2 CLUBES CENTRAL E PORTO, ELA DEV ...
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
30/08/2017
19h18 | esportes - SANTA CRUZ
SANTA CRUZ - Marcelo Martelotte acena com Grafite e Ricardo Bueno jogando juntos no ataque
Marcelo Martelotte ainda não montou o time e comandou um coletivo, mas no seu segundo dia de trabalho deu para ter ideia do que o técnico deseja no Santa Cruz e deu pistas de quais podem ser seus 11 iniciais. As atividades táticas realizadas nesta quarta-feira mostraram que mudanças podem ocorrer no Tricolor do Arruda.

Em um primeiro momento, Martelotte posicionou os atletas que tem papel preponderante na marcação. Porém, não deu espaço para apenas zagueiros, laterais e volantes. O comandante coral posicionou os dois pontas para marcarem o avanços dos laterais e orientou como os oito jogadores deveriam se comportar todo o tempo. Nesta primeira parte do treinamento, esteve com Nininho, Anderson Salles, Sandro, Tiago Costa, Derley, João Ananias, André Luis e João Paulo.

Após isso, chamou os atacantes Grafite e Ricardo Bueno e dispensou os dois zagueiros. Continuou com oito atletas e neste momento a intenção era pressionar a saída de bola e saber como furar o bloqueio adversário. Em algum momento deu para escutar que ele desejava que os pontas entrassem mais por dentro para que os laterais tivessem os corredores livres para avançar. Uma formação que deu a entender ser um 4-4-2 e, em alguns momentos, até um 4-2-4. Uma definição até precoce já que foi apenas o primeiro dia posicionando a equipe.

As peças não seguiram sendo as mesmas até o fim do treinamento porque o técnico não pode contar com Ricardo Bueno até o fim da movimentação. O atleta sentiu cansaço muscular, segundo o departamento médico, e por isso deixou a movimentação. Assim, William Barbio entrou no seu posto.

Apesar dessa ausência, o técnico deu sinais que só faria duas mudanças em relação à última escalação coral e teria os seguintes 11 iniciais: Julio Cesar; Nininho, Anderson Salles, Sandro e Tiago Costa; Derley, João Ananias, João Paulo e William Barbio; Ricardo Bueno e Grafite.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker