Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | MARCONDES
SERÁ Q O CENTRAL FOSSE PEDIR PRA PREFEITA DAR UMA GERAL NO CT, ELA PELO MENOS MA ...
21.09 | VICTOR HUGO
A PREFEITA É D CARUARU, MAS NÃO FAZ NADA PELOS 2 CLUBES CENTRAL E PORTO, ELA DEV ...
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/08/2017
18h24 | esportes - SANTA CRUZ
SANTA CRUZ - A 3ª passagem pelo Arruda: técnico Marcelo Martelotte é o novo técnico do Tricolor
Horas após demitir o técnico Givanildo Oliveira, o Santa Cruz já anunciou o substituto para tentar salvar o time de um novo rebaixamento à Série C. Trata-se de Marcelo Martelotte, velho conhecido da torcida coral, que retorna ao clube para a terceira passagem no Arruda. O treinador é o responsável pelo último acesso tricolor à Série A, em 2015, quando comandou a equipe no vice-campeonato da Segundona daquele ano.


Na última passagem pelo Arruda, Martelotte acabou sendo demitido em março de 2016, quando foi derrotado para o time reserva do Bahia durante a Copa do Nordeste. No geral, o treinador já comandou o Tricolor em 73 jogos com um aproveitamento total de 62%. Ele chega no Recife nesta segunda-feira e à tarde se reune com a diretoria. Na terça-feira, comanda o primeiro treino.
 
No retorno ao clube, o treinador terá provavelmente o maior desafio dentre todas as passagens até então. O Santa Cruz está na antepenúltima posição da Série B (é o 18º colocado) e vem de uma sequência de seis derrotas consecutivas na competição - além de atravessar uma grave crise financeira, convivendo há muitos meses com problemas de atrasos salarias.

Ex-goleiro do Santa Cruz (em 1999), Marcelo Martelotte comandou a equipe tricolor durante o Campeonato Pernambucano 2013 com sucesso. Acabou sendo campeão naquele ano e, em alta, se transferiu para o Sport em uma saída polêmica na época. Sem dar resultados no Leão, acabou indo parar no Náutico, onde também não teve sucesso. Em 2015, na melhor passagem à frente do time, teve um rendimento de 66,6%.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker