Página inicial
 
Mural de recados
20.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESTA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA CHEGAR JUNTO. ...
20.11 | Carlos
Concordo com vc patativa, esse Alcindo não entende nada de futebol,o que disse P ...
20.11 | MARCONDES
COM ESSE EVENTO DA FEIJOADA A GALERA CENTRALINA TEM Q IR EM MASSA AJUDAR O CENTR ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/07/2017
20h28 | esportes - SANTA CRUZ
SÉRIE B - Luverdense 2x2 Santa Cruz - Tricolor escapa de derrota no fim do jogo
O Santa Cruz que atuou na estreia de Givanildo Oliveira na última sexta-feira ficou no Recife. Essa foi a sensação no empate por 2 a 2 com o Luverdense no Passo das Emas, nesta terça-feira. A equipe coral não apresentou a mesma aplicação da rodada anterior, sofreu com a criação ofensiva e viu sua defesa entregar dois gols para os mandantes. A sorte é que o zagueiro William desviou a bola com a mão no fim da partida e salvou o Santa Cruz de sofrer mais uma derrota na Série B e deixou a equipe na nona colocação.

Antes de entrar em campo Givanildo Oliveira teve que lidar com mais desfalques. Além de não ter André Luis, suspenso, e Elicarlos, lesionado, o treinador não pode contar com Nininho, que sentiu desgaste muscular, e com Roberto, que recebeu uma proposta da Chapecoense e não entrou em campo. Vallés e Tiago Costa substituíram as ausências de última hora e foi pelas laterais que o Luverdense pressionou os tricolores.

Em um desses lances, aos oito minutos do primeiro tempo, Moacir aproveitou o descuido da defesa coral e cruzou para o meio da pequena área onde Sérgio Mota empurrou para o fundo do gol de Julio Cesar. 

O gol só fez o Luverdense recuar e ter mais cuidado as suas investidas. A partida não cresceu e produção ofensivas dos dois lados e lances esporádicos ofereceram perigo ao goleiros. O Santa Cruz esteve mais perto em dois lances. Aos 14 minutos, Jaime empurrou para o fundo das redes após chute de Ricardo Bueno, mas o impedimento foi marcado. Aos 28, foi a vez de Augusto fazer o mesmo e novo impedimento foi marcado. 

Segundo tempo
O Luverdense mexeu no ataque para o segundo tempo, mas o primeiro golpe foi do Santa Cruz e o empate ocorreu no primeiro ataque coral. William Barbio recebeu em posição duvidosa na intermediária e passou para Augusto na quina da área. O camisa 91 ajeitou para a perna direita e colocou no ângulo de Diogo Silva.

Parecia que a maré iria virar para o Santa Cruz na partida, mas aos 13 minutos Julio Cesar sofreu um gol improvável. Sérgio Mota chutou de muito longe e o goleiro aceitou. Uma ducha de água fria na reação coral. Givanildo ainda tentou reagir com as entradas de Facundo Parra, Halef Pitbull e Julio Sheik, mas não adiantava ter muita presença de área sem criação no meio de campo. 

Porém, a sorte estava ao lado do Santa Cruz. Julio Cesar fez duas boas defesas e evitou o que seria o terceiro gol dos mandantes e aos 41 minutos do segundo tempo William Barbio iria empatar a partida, mas William colocou a mão na bola dentro da área. Pênalti que o zagueiro Bruno Silva cobrou com perfeição e salvou a cobra coral de uma derrota vexatória.

Ficha do jogo

Luverdense
Diogo Silva; Aderlan, Pablo, William e Paulinho; Ricardo, Moacir (Kazu, aos 23’ do 2ºT) e Sérgio Mota; Rafael Silva, Léo Cereja (Rafael Ratão, aos 9’ do 2ºT) e Eduardo (Douglas Baggio, no intervalo). Técnico: Junior Rocha.

Santa Cruz
Julio Cesar; Gabriel Vallés, Jaime, Bruno Silva e Tiago Costa; Wellington Cezar (Halef Pitbull, aos 33’ do 2ºT), Derley e João Paulo; William Barbio, Augusto (Facundo Parra, aos 25’ do 2ºT) e Ricardo Bueno (Julio Sheik, aos 39’ do 2ºT). Técnico: Givanildo Oliveira.

Data: 11/7/17
Estádio: Passo das Emas
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Ciro Chaban Junqueira (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF) 
Gols: Sérgio Mota (aos 8’ do 1ºT e aos 13’ do 2ºT) (L); Augusto (1’ do 2ºT) e Bruno Silva (aos 41’ do 2ºT) (S)
Cartões amarelos: Sérgio Mota, Aderlan,  Kazu, William e Diogo Silva (L); William Barbio (S)
Público: 1.597
Renda: R$14.2709,00

Do Super Esportes
 
 
 
eXTReMe Tracker