Página inicial
 
Mural de recados
23.07 | Centralino
Tô vendo uma coisa boa nesta reforma trabalhista. As ações contra o Central tend ...
22.07 | VICTOR HUGO
COLOCAR LED NO ESTÁDIO OLINDÃO EM OLINDA E AFOGADOS DA INGAZEIRA, ESSA PROPOSTA ...
22.07 | Franco
Gostei Marcos Leite, Já está na hora de Caruaru ter um clube que honre a cidade, ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
01/07/2017
11h11 | esportes - SÉRIE B
SERIE B - Oeste 2x0 Santa Cruz
O interino Adriano Teixeira continua sem engrenar o Santa Cruz na Série B do Brasileiro. Foi reprovado em mais um teste. Neste sábado, a Cobra Coral foi incapaz de passar pelo modesto Oeste, que não vencia há seis rodadas e ainda é um dos piores ataque da competição. Na Arena Barueri, perdeu por 2 a 0, se distanciou do G4 e se aproximou do Z4.  Sem ganhar há quatro rodadas, hoje o Tricolor está mais perto de uma queda que do acesso, e o seu comandante tem agora um aproveitamento de rebaixado - 33,3% , acima só que o do lanterna Náutico.
 
Nos minutos iniciais, o Santa permanecia até mais tempo com a bola nos pés. Não aproveitava a posse, no entanto. Deparando-se com bastante dificuldade para deixar o campo de defesa, só trocava passes verticais, sem padrão, sem procurar à barra do Oeste. Paulatinamente, então, o time paulista foi entrando no jogo e se impôs. Velicka, Mazinho e Danielzinho tiveram chances de inaugurar o placar.
 
O Santa começou a aceitar investidas do Oeste. Seguiu passivo ofensivamente. Chutes fortuitos à distância era tudo o que o Tricolor conseguia fazer. Roberto, João Paulo e Gabriel Vallés tentaram desse modo. Fracassaram. A partida no geral era pobre em qualidade. Via-se muitos passes errados, ligações diretas e complicação nas saídas de bola (o zagueiro coral Jaime chegou a se atrapalhar dentro da sua área e quase entrega o ouro). 

A derrota 
Mais perto do gol que o Santa Cruz, o Oeste acabou sendo recompensado pela sua ligeira superioridade no confronto. Velicka fez 1 a 0 ao passar por Bruno Silva, aos 42 minutos do primeiro tempo. Pouco antes, o time pernambucano reclamou de dois pênaltis não marcados: um sobre Jaime, outro sobre Ricardo Bueno.
 
Na semana de preparação para o jogo desta tarde, Adriano Teixeira pôde realizar o primeiro coletivo com o elenco tricolor. De pouco adiantou. A equipe não mostrou uma organização mínima diante do Rubrão. Melhorou sensivelmente com substituições durante a etapa final. Não bastou. Tramar jogadas ainda era um tormento. Jaime, Sheik e Ricardo Bueno perderam chances. 
 
Oeste
Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Guilherme Romão (Willian Cordeiro); William Mathias, Betinho e Mazinho; Velicka, Danielzinho e Gabriel Vasconcellos (Kauê). Técnico: Roberto Cavalo.
 
Santa Cruz
Julio Cesar; Gabriel Vallés, Jaime, Bruno Silva e Roberto; Elicarlos, Derley, João Paulo (Facundo Parra), William Barbio (André Luís) e Augusto (Júlio Sheik); Ricardo Bueno. Técnico: Adriano Teixeira.
 
Estádio: Arena Barueri. Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE). Assistentes: Nailton Junior de Souza Oliveira (CE) e Renan Aguiar da Costa (CE). Cartões amarelos: Guilherme Romão, Betinho (Oeste); Jaime (Santa Cruz). Gols: Velicka (42’ do 1T, Oeste) e Fernando Aguiar (46’ do 2T, Oeste).
 
DO SUPER ESPORTES PE 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker