Página inicial
 
Mural de recados
20.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESTA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA CHEGAR JUNTO. ...
20.11 | Carlos
Concordo com vc patativa, esse Alcindo não entende nada de futebol,o que disse P ...
20.11 | MARCONDES
COM ESSE EVENTO DA FEIJOADA A GALERA CENTRALINA TEM Q IR EM MASSA AJUDAR O CENTR ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
24/06/2017
11h14 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B - Santa Cruz 1x1 Figueirense
O Santa Cruz deu início, neste sábado, à primeira sequência sem vitórias na Série B. O empate em 1 a 1 com o Figueirense, na Arena de Pernambuco, foi o terceiro jogo seguido sem triunfo na competição - o segundo em casa. Depois de vencer o Ceará por  3 a 1, o time coral empatou em 0 a 0 com o Internacional, no Arruda, e perdeu por 1 a 0 para o América-MG, fora de casa, antes de entrar em campo nesta 10ª rodada.

 

Segundo tempoO primeiro tempo foi equilibrado. As duas equipes até tentaram propor o jogo, mas faltou qualidade a ambas. Assim, foram raríssimas as chances de gol. O Santa Cruz, por exemplo, só teve uma, com Roberto. Aos sete minutos, o lateral recebeu a bola na meia lua e chutou rasteiro, raspando a trave. E só. Sim, o Tricolor até chegou com perigo outra vez, com André Luís, mas o atacante se enrolou na hora de dar um passe na entrada da área e perdeu a bola.

Era para o Figueirense ter aberto o placar aos 25 minutos, quando Bruno Silva tentou driblar na frente da área, perdeu a bola, e um jogador do Figueirense saiu na cara de Júlio César, que conseguiu tirar a bola dos pésdo adversário. Mas a zaga do Santa Cruz continuou errando. Sorte do Figueirense.

Aos 46 minutos, o Tricolor cometeu uma sequência impressionante de erros. O gol do Figueirense estava escrito. Primeiro, Roberto perdeu a bola. Depois, o próprio Roberto tentou recuperá-la, mas não conseguiu. Jaime, de cara para um adversário, tentou dar um bote, mas a bola passou entre as pernas do zagueiro. Por último, Bruno Silva, na frente da pequena área, tentou dar o combate, mas chegou atrasado. Henan, de cara para Júlio César, deu uma cavadinha e encobriu o goleiro coral.

 

Na volta do intervalo, Augusto entrou no lugar de André Luís. Mas a postura do Santa Cruz não mudou muito. Insatisfeito, Adriano fez mais duas mudanças, aos dez minutos. João Paulo no lugar de Léo Lima e Willian Barbio no lugar de Bruno Paulo. A partir destas duas mudanças, o jogo melhorou para o Santa Cruz.

Faltava organização ao Tricolor, mas a equipe ganhou mais força ofensiva, sobretudo pelo lado direito, com Barbio. Tanto que bastaram sete minutos para o Santa Cruz conseguir o empate. Aos 17 minutos, em uma bola lançada na área,
Augusto, de cabeça, deixou tudo igual.

O gol do Santa Cruz parece ter “acordado” o Figueirense. Aos poucos, a pressão coral iniciada no segundo tempo foi diminuindo. O jogo voltou a ficar equilibrado, com as duas equipes procurando o ataque. Um cenário parecido com o do primeiro tempo. Mas agora os times estavam mais determinados. Porque o empate não era bom para nenhum dos dois. Cada um teve uma chance clara ainda de desempatar. Mas a defesa do Figueirense e Júlio César salvaram.

Ficha do jogo

Santa Cruz 1
Júlio César; Vallés, Jaime, Bruno Silva e Roberto; Elicarlos, Primão e Léo Lima (João Paulo); André Luís (Augusto), Bruno Paulo (Willian Barbio) e Ricardo Bueno. Técnico: Adriano Teixeira

Figueirense 1
T. Rodrigues; Dudu, Marquinhos, B. Alves e G. Lazaroni (Julinho); Zé Antônio, Dudu Vieira, M. Antônio (Luidy) e J. Henrique; Robinho (Joãozinho) e Henan. Técnico: Marcelo Cabo.

Local: Arena de Pernambuco. Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ). Assistentes: Marcelo Carvalho Vangasse e Emerson Augusto de Carvalho (ambos de SP). Gols: Henan (46’ do 1ºT e Augusto (17’ do 2ºT); Cartões amarelos: Ricardo Bueno, Jaime, Joao Paulo e Primão; Marquinhos, Zé Antônio e Bruno Alves. Público: 9.079. Renda: R$ 118.070.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker