Página inicial
 
Mural de recados
25.06 | jonathas silva Beringuel
Lamentavel mais um ano perdido pro central. mais um ano de sofrimento pra torcid ...
25.06 | Davi
A ultima vez q fui ao Lacerdão foi na eliminação da serie D de 2009 naquele dia ...
25.06 | Ze ligado
Se espantar com o que??? Foi o central sendo o central simplesmente isso. Já per ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
12/04/2017
09h27 | esportes - SANTA CRUZ
SANTA CRUZ - Depois de início com gols, Halef Pitbull convive com ´seca` no Arruda
Já não ecoam mais com tanta força no Arruda os latidos da torcida do Santa Cruz dirigidos a Halef Pitbull. Embora ainda seja um dos artilheiros do Tricolor na temporada, o centroavante estacionou nos seis gols. Não balança as redes há quase um mês. Passou em branco nas quatro partidas que participou no período e viu o zagueiro Anderson Salles e o atacante Everton Santos igualarem a marca dele no clube. Com relação estreita com os torcedores corais, o atleta está longe de ser contestado. Mas, às vésperas da primeira semifinal do Pernambucano, contra o Salgueiro, o time coral precisa aumentar a produção do seu ataque. Algo que também está ligado a um melhor rendimento do camisa 9.

O Santa fez 28 gols no ano e Pitbull ajudou o time a chegar a esse número. Mas o centroavante não está arriscando mais tantos chutes, se deixa marcar. Eutrópio protege o jogador. Talvez pela idade do centroavante, 22 anos, coincidida com a grande responsabilidade dele de ser a principal peça ofensiva da Cobra Coral. Perguntado se enxergava uma queda de rendimento do jogador, o treinador desconversou. Mas entende que é necessária uma melhora coletiva do time.

"Os jogos são difíceis, os jogadores, obviamente, são mais estudados. Por isso, a gente tem que melhorar o nosso  rendimento. Todos os nossos atletas têm que buscar uma melhorar para que a gente possa passar (de fase)." Nesse seu discurso, o comandante inclui o restante dos jogadores porque toda a atribuição ofensiva do Santa Cruz, de fato, não pode se restringir a Pitbull.

Cobrança
O problema do ataque começa mais atrás, em um setor de criação que não de hoje sofre com o baixo rendimento. Apesar dos 28 gols feitos em 18 jogos em 2017, há uma cobrança na evolução do Santa nos lances com a bola em jogo. Já que até aqui o grande trunfo do time se mostrou na bola parada, com Anderson Salles. "Temos que melhorar, principalmente o último e penúltimo passes. Esperamos que os jogadores que  retornem para decisões deem sequência e façam o principal: a conclusão", cobrou o treinador.

Pitbull no Santa Cruz
14 Jogos/10 Como titular/6 Gols

O retrospecto de Pitbull

18 de março
Santa Cruz 5 x 1 Central - Pernambucano
(fez o seu último gol)

22 de março
Santa Cruz 1 x 0 Campinense - Copa do Nordeste
(passou em branco)

26 de março
Santa Cruz 1 x 1 Sport - Pernambucano
(não jogou, poupado)

29 de março
Itabaiana 0 x 1 Santa Cruz - Copa do Nordeste
(passou em branco)

1 de abril
Santa Cruz 1 x 0 Itabaiana - Copa do Nordeste
(passou em branco)

5 de abril
Belo Jardim 0 x 4 Santa Cruz - Pernambucano
(passou em branco)

10 de abril
Santa Cruz 1 x 2 Náutico
(passou em branco)
 
DO SUPER ESPORTES PE

...
 
 
 
eXTReMe Tracker