Página inicial
 
Mural de recados
10.12 | paulo
A SERIE D NAO RENDA NADA MUITO PELO CONTRARIO DA MUITO PREJUIZO MEUS AMIGO FOI I ...
09.12 | Rubro Negro
Campeão com mérito? Como assim,série B de 86 tem um monte de time q se intitula ...
09.12 | CLEO
pra ajudar o central< temos q se associar, tem 3 categoRIas de SÓCIOS PRAS 3 CLA ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/03/2017
14h07 | esportes - Copa do Nordeste
COPA DO NORDESTE - Itabaiana 0x1 Santa Cruz - Ao vencer pelo placar mínimo, em Sergipe, Tricolor joga pelo empate no sábado, no Arruda, para se classificar às semifinais
O Santa Cruz voltou a se valer da sua principal arma na noite desta quarta-feira. Sem mostrar um futebol nada vistoso, uma bola parada novamente decidiu o jogo a favor da Cobra Coral. Com gol de falta do zagueiro Anderson Salles, no Estádio Mendonção, em Sergipe, o Tricolor bateu o Itabaiana-SE por 1 a 0  e conquistou uma vantagem mínima para o duelo de volta pelas quartas de final da Copa do Nordeste. Sábado, no Arruda, necessita apenas de um empate para se garantir nas sêmis do Regional.  

Excetuando-se os cinco minutos iniciais da partida, quando o Santa Cruz partiu para cima do Itabaiana, a equipe sergipana manteve a posse de bola em praticamente todo o primeiro tempo. Por vezes, os 11 jogadores corais se concentravam no seu campo de defesa para poder marcar. Mas o Tricolor pouco era ameaçado de fato. Fechava-se com qualidade também. Carente de um meia, deficiência agravada pela ausência do machucado Léo Costa, o time pernambucano, por outro lado, custava para fazer a transição para o ataque quando roubava a bola.

Numa das raras vezes que conseguiu, Tiago Costa acabou sendo derrubado. Nem tão perto da barra do goleiro Genivaldo, aliás. Distância não é problema para o calibrado Anderson Salles, entretanto. Marcados 20 minutos, o zagueiro, capaz de transformar praticamente qualquer falta em lance perigoso, acertou o ângulo direito do Itabaiana. Golaço. Como já tem sido costumeiro em 2017, as cobranças foram de novo essenciais para o Tricolor. Este foi o 12° gol do Santa Cruz feito após bolas paradas, o quarto do zagueiro na temporada.

Ao ter aberto o placar, a Cobra Coral não sofreu muito no restante do primeiro tempo. O Itabaiana seguiu com a bola nos pés por mais tempo. Desorganizado, porém. Se perdeu na parte ofensiva ao não escolher um meia de origem para substituir Léo Costa, em compensação o técnico Vinícius Eutrópio via o seu time seguro no combate. Mas até quando?

Sem atacar também no segundo tempo, o Santa Cruz assumiu uma postura arriscada. Por pouco não sofreu o empate já aos dez minutos. André Beleza acertou a trave de Julio Cesar, estático. Em vez de colocar um meia para conduzir a equipe, como Pereira, o treinador coral resolveu resguardar ainda o time colocando o volante Wellington Cézar no lugar do atacante Everton Santos. 

Logo após a mudança, Salles cobrou outra falta perigosa. Com 22 minutos, Pereira, enfim, foi acionado por Eutrópio. Mas ele pouco mudou o panorama da partida. O Santa Cruz contava também das deficiências ofensivas do Itabaiana para não ser vazado. Vitor ainda teve a chance de ampliar a vantagem ao chutar cruzado, mas nenhum coral completou a bola para dentro do gol.  

Ficha do jogo

Itabaiana
Genivaldo; Magno, Alexandre, Heverton e Edinho; Zaquel (Chapinha), Hércules, André Beleza; Diego Neves (Pedro Oldoni), Paulinho Macaíba e Geovane (Thomas Anderson). Técnico: Aílton Silva.

Santa Cruz
Julio Cesar; Vitor, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; Gino, David, Thomás (William Barbio), André Luís (Pereira) e Everton Santos (Wellington Cézar); Halef Pitbull. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Estádio: Etelvino Mendonça (Itabaiana-SE). Árbitro: Mariélson Alves Silva (BA). Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA). Gol: Anderson Salles (20’ do 1T, Santa Cruz). Cartões amarelos: Zaquel, Magno, Heverton e Alexandre (Itabaiana); Tiago Costa e Pereira (Santa Cruz). Público: 3.990. Renda: R$ 68.165,00
 
DO SUPER ESPORTES PE

.
 
 
 
eXTReMe Tracker