Página inicial
 
Mural de recados
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
26.04 | Beltrão
A próxima contratação do Central vem do : A) veloclube B) aeroclube C) Cineclub ...
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
30/10/2016
11h01 | esportes - SÉRIE A 2016
SÉRIE A - Santa Cruz empata em 1x1 com o Internacional e evita rebaixamento matemático nesta rodada
O Santa Cruz se nega a morrer na Série A do Brasileiro. O decreto matemático do rebaixamento poderia ter vindo neste sábado. Bastava o Tricolor perder do Internacional e o Coritiba pontuar contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. Mas apenas o segundo evento se concretizou, e o time coral conseguiu adiar a oficialização da sua queda à Segundona. O empate em 1 a 1 com o Internacional, em pleno Beira-Rio, ainda quebrou uma sequência de sete derrotas da equipe pernambucana e foi capaz de tirá-la, provisoriamente, da lanterna do campeonato. 

A torcida colorada compareceu em bom número ao Beira-Rio para apoiar um Interacional que luta ainda para se manter fora da zona de rebaixamento. Comandado por Adriano Teixeira depois de o técnico Doriva ter deixado o clube ao perder do Botafogo na rodada passada, o Santa Cruz se mostrou, de início, o mesmo da maior parte de sua trajetória na Série A: inerte na defesa, improdutivo em um meio-campo que agora contava com Léo Moura e apenas esforçado no ataque. 

O Santa acabou sendo vazado pela primeira vez bem cedo, com seis minutos de partida. Tiago Cardoso não contrariou o seu histórico recente de falhas e errou novamente. Espalmou mal uma cabeçada fraca, que foi parar nos pés de William. Ele cruzou à meia altura, o goleiro coral também foi incapaz de interceptar a bola e Vitinho teve apenas o trabalho de completá-la para as redes: 1 a 0. O gol sofrido não tirou o Tricolor de um posicionamento retraído. A equipe visitante não finalizou uma vez sequer até os 30 minutos.

O Inter tinha o jogo sob controle. Porém, aos 31, um lance pontual produzido pelo Santa acabou em gol. Vitor achou Léo Moura, sozinho. O veterano testou a bola e empatou. Após o gol, o time pernambucano melhorou sensivelmente. Foi premiado ainda com a expulsão do colorado Eduardo Henrique, aos 40 minutos. Com um homem a mais em campo, os corais tinham bem mais espaço para construir suas jogadas no segundo tempo. Mas não aproveitavam as brechas como deveriam e deixavam também a equipe do Rio Grande do Sul incomodá-los.

Pouco a pouco, com jogadores com qualidade técnica mais apurada, o Inter foi tomando conta do jogo durante a etapa final. Esboçou até uma pressão sobre o Santa, que raramente se expunha para atacar, viu Tiago Cardoso evitar que o adversário voltasse a ficar na frente no placar e ainda assistiu a um gol impedido, de Eduardo Sasha. Adriano Teixeira tentou reverter esse panorama e colocou mais um atacante no time, Arthur. Pouco mudou. Empurrados por mais de 40 mil torcedores no estádio, os gaúchos seguiram com mais volume. Jadson perderia ainda a grande chance da virada do Tricolor. 

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Vitor (Arthur), Neris, Luan Peres e Roberto; Derley (Wellington Silva), Jadson, João Paulo (Mazinho) e Léo Moura; Keno e Grafite. Técnico: Adriano Teixeira (interino).

Internacional
Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, William e Alex (Anderson); Vitinho (Valdívia) e Eduardo Sasha (Aylon). Técnico: Celso Roth. 

Estádio: Beira-Rio (Porto Alegre-RS). Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO). Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES). Gols: 6’ do 1T (Vitinho, Inter), 31’ do 1T (Léo Moura, Santa). Cartões amarelos: Eduardo Henrique, Fabinho e William (Internacional); Luan Peres, João Paulo (Santa Cruz). Cartão vermelho: Eduardo Henrique (Internacional). Público total: 40.114
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker